Porto Velho (RO) sexta-feira, 25 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Na primeira coletiva, Bolsonaro barra Folha, Globo e Estado


Na primeira coletiva, Bolsonaro barra Folha, Globo e Estado  - Gente de Opinião

247 - O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) concedeu nesta quinta-feira (1°), sua primeira entrevista coletiva na sua residência na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Da entrevista, foram barrados os jornais Folha de S. Paulo, que tem sido duramente atacado por Bolsonaro, O Estado de S. Paulo e O Globo, a TV Brasil e agências internacionais de notícias.

Quando jornalistas que participaram da coletiva lhe perguntaram por que alguns veículos tinham sido barrados, Bolsonaro respondeu que "não sei quem marcou isso (coletiva)" e que não mandou restringir ninguém.

Bolsonaro não tem concedido entrevistas a jornais impressos e privilegiado meios eletrônicos, como emissoras de televisão e rádio, desde que foi vítima de um ataque a faca durante a campanha eleitoral.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu