Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

MST considera Lula reeleito e começa cobrança


Gelson Netto - Agência O GloboPRESIDENTE PRUDENTE - Cerca de 300 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) invadiram na manhã desta quarta-feira três fazendas no Pontal do Paranapanema, região de Presidente Prudente. As terras invadidas ficam nos municípios de Mirante do Paranapanema (fazenda Santa Cruz), Teodoro Sampaio (fazenda São José) e Presidente Bernardes (fazenda São Luís).Na fazenda Santa Cruz, os sem-terra usaram um trator para destruir um pasto de braquiária e iniciaram o plantio de feijão, milho e mandioca. Em três dias, eles pretendem acabar com 10 hectares de pasto da propriedade para plantar estas lavouras.O coordenador da invasão, Valmir Ulisses Sebastião, direcionou críticas ao tucano Geraldo Alckmin e ao Itesp (órgão do governo do estado), mas também não poupou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O líder do MST disse que, a partir do mês que vem, terá início uma jornada de invasões e que será cobrada de Lula a mudança na política econômica do país.O MST no Pontal havia prometido uma trégua para o governo até a eleição, neste domingo, para não atrapalhar a possível reeleição do petista, a quem apóiam. Mas como consideram que Lula já estaria reeleito, pretendem começar agora as cobranças para o segundo mandato de Lula, pedindo que o novo governo acelere os projetos de reforma agrária.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO