Porto Velho (RO) domingo, 15 de julho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

MPF denuncia Picciani, Melo e Albertassi por corrupção



Nielmar de Oliveira - Repórter da Agência Brasil
Gente de Opinião

O presidente da Alerj, Jorge Picciani, é um dos denunciados
pelo MPF  Tomaz Silva/Arquivo/Agência Brasil

O Ministério Publico Federal (MPF) ofereceu denúncia ao Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) contra os deputados estaduais Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB, e mais 16 pessoas por corrupção e outros crimes.

Os denunciados são investigados pela Operação Cadeia Velha, que apurou o pagamento de propina por parte de empresários ligados à Fetranspor, entidade que reúne as empresas de ônibus do estado do Rio de Janeiro.

A ação penal foi protocolada na noite de ontem (6) e decorre da primeira investigação ligada à Lava Jato contra pessoas com foro na 2ª instância do Judiciário federal.

Picciani, Melo e Albertassi estão presos na Cadeia Pública José Frederico Marques, em Benfica, na zona norte da cidade.

Mais Sobre Política - Nacional

SUS tem quase R$ 2 bilhões a receber das operadoras de planos de saúde

SUS tem quase R$ 2 bilhões a receber das operadoras de planos de saúde

Quase R$ 2 bilhões devidos ao Sistema Único de Saúde (SUS) não foram repassados pelas operadoras de planos de saúde ou estão contingenciados devido a

Folha condena delação sem provas usada contra Lula

Folha condena delação sem provas usada contra Lula

"Reputações e a credibilidade das instituições da Justiça são maculados por denúncias do gênero. O anseio compreensível pelo fim da impunidade não pod

Advogado critica a “covardia da OAB diante dos abusos da Lava Jato”

Advogado critica a “covardia da OAB diante dos abusos da Lava Jato”

"A docilidade da OAB em relação ao desrespeito a garantias constitucionais no contexto da Lava Jato assusta principalmente se levarmos em consideração

AGU recomendará a Temer veto à anistia de multa de caminhoneiros

AGU recomendará a Temer veto à anistia de multa de caminhoneiros

Na quarta-feira à noite, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse que o governo avaliava possível veto à isenção das multas.