Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

MP investigará se controladores de vôo estão sobrecarregados de trabalho


Agência O GloboSÃO PAULO. O Ministério da Aeronáutica e a Infraero serão investigados por denúncias de sobrecarga de trabalho dos controladores de vôo. As denúncias surgiram após a queda do avião da Gol, no mês passado. A investigação será comandada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) de São Paulo. Segundo o MP, as denúncias tratam de descumprimento dos intervalos entre jornadas de trabalho, dificuldade em obter folgas e regime disciplinar rígido dos controladores de vôo. O inquérito foi proposto pelo procurador do MP Fábio de Assis Fernandes.- As notícias indicam a possibilidade de descumprimento de normas de proteção à segurança e saúde no trabalho - disse o procurador ao site do MP.Para Assis, a situação aponta para "indícios de lesão a interesses metaindividuais dos trabalhadores" em descumprimento ao direito constitucional de trabalhar em um ambiente saudável. O procurador também ressalta que a suposta má condição de trabalho dos controladores de vôo pode afetar a segurança dos passageiros de aviões.- Há indícios de descumprimento do resguardo da segurança e da vida dos usuários dos serviços de transporte aéreo, o que legitima a atuação do Ministério Público do Trabalho - justificou o procurador.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele