Porto Velho (RO) domingo, 19 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

MP aciona Petrobras por "burlar" concurso público


Agência O GloboRIO - O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro entrou com uma Ação Civil Pública (ACP), com pedido de antecipação de tutela, contra a Petrobras. A acusação é de quea empresa vem "burlando" o concurso público ao contratar funcionários terceirizados.A empresa também é acusada de pagar salários, aos terceirizados, superiores aos vencimentos pagos aos concursados.Segundo nota distribuída pelo MP, um técnico auxiliar concursado, de nível médio, recebe, inicialmente, R$ 812,37, enquanto um terceirizado, exercendo as mesmas funções, recebe R$ 2.116,04. A ação pede que a empresa deixe de contratar terceirizados e rompa os contratos em vigor em um prazo de seis meses.A ação também prevê uma indenização de R$ 100 milhões por dano moral coletivo, que será revertida ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).Segundo a representação enviada ao MPT, a diretoria de Gás e Energia, do diretor Ildo Sauer, tem mais de 200 empregados, recebendo salários elevados e subordinados a uma empresa terceirizada.O responsável pelas investigações foi o procurador Rodrigo de Lacerda Carelli, quecolheu depoimentos de funcionários públicos e terceirizados."A ré contrata diversas empresas para mero fornecimento de mão-de-obra, em várias atividades administrativas e técnicas, sendo essas empresas sem qualquer especialização além de serem fornecedoras de pessoal", afirma o Procurador do Trabalho na nota.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di