Porto Velho (RO) segunda-feira, 9 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Morre deputado Enéas Carneiro


Gerson Camarotti, - Agência O GloboBRASÍLIA - Morreu neste domingo o deputado federal Enéas Carneiro (PR -SP) em São Paulo. Aos 68 anos, Enéas tinha leucemia. Fundador do do extinto Prona (Partido da Reedificação da Ordem Nacional) em 1989, eles foi candidato à presidência da República três vezes e eleito deputado federal por São Paulo em 2002 e 2006. A Câmara dos Deputados decretou luto oficial e não haverá sessão nesta segunda-feira.No início do ano passado, Enéas passou por sérios problemas de saúde que incluíram uma pneumonia e a leucemia. Devido ao tratamento, o deputado perdeu a folclórica barba, com a qual se tornou conhecido nacionalmente.Enéas começou a carreira política lançando-se, em 1989, candidato à Presidência nas primeiras eleições diretas do Brasil, após o período da Ditadura Militar. O seu tempo na propaganda eleitoral gratuita era de apenas 17 segundos, mas o candidato ganhou fama com seu bordão insólito "Meu nome é Enéas" e pela velocidade com que pronunciava seu discurso ( clique e veja no YouTube o estilo incomum na propaganda eleitoral de 1994).Enéas voltou a se candidatar à Presidência da República em 1994, dispondo então de um tempo um pouco maior (1min17s), e surpreendeu obtendo o terceiro terceiro lugar, à frente de políticos tradicionais, como o então governador do Rio, Leonel Brizola, e do ex-governador de São Paulo Orestes Quércia, com mais de 4,6 milhões de votos (7%).Em 1998, Enéas se candidatou novamente à Presidência e ficou como quarto colocado. Em 2000, candidatou-se à prefeitura de São Paulo, sem muito sucesso. Em 2002, foi eleito deputado federal por São Paulo obtendo a maior votação da história para o cargo (1,7 milhão de votos). Em 2006, foi reeleito deputado federal.Após as eleições do ano passado, seu partido, o Prona, se fundiu com o PL para a fundação do Partido da República (PR). A fusão ocorreu para que o partido pudesse obter a representatividade mínima (a chamada cláusula de barreiras) para ter acesso ao fundo partidário de financiamento de campanhas.Segundo o líder do PR na Câmara, deputado Luciano Castro (PR), informou que, a morte do deputado paulista deixa uma lacuna na política brasileira:- Enéas marcou época com seus princípios nacionalistas e sua personalidade forte. Deixa uma lacuna enorme na política brasileira - disse o líder do PR .A carreira política do deputado foi marcada por um discurso nacionalista e posições polêmicas. Ele se declarou favorável à fabricação de uma bomba atômica brasileira, à nacionalização dos recursos minerais do subsolo e à ampliação do efetivo militar do país. Enéas nasceu em 5 de novembro de 1938, em Rio Branco, no Acre.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p