Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ministro do TSE pune Lula por invasão no horário eleitoral


Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi punido nesta segunda-feira pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com a perda de 2 minutos e 29 segundos em um dos programas da propaganda eleitoral. A decisão foi tomada porque o ministro Marcelo Ribeiro entendeu que houve invasão do horário eleitoral do candidato petista ao governo do Paraná, Flávio Arns.A coligação que representa o presidente, já protocolou recurso no TSE e a manutenção da punição vai ser decidida pelo Plenário do Tribunal. A ação foi apresentada ao TSE pela coligação PSDB-PFL, que reclamava que o presidente Lula teria aparecido no horário reservado ao candidato a governador para exaltar realizações de seu governo, como o programa Bolsa Família, programas de agricultura familiar e o Pronaf.Na decisão, o ministro Marcelo Ribeiro afirmou que "a intenção da propaganda foi promover a candidatura do presidenciável Luiz Inácio Lula da Silva, no tempo destinado ao candidato a governador. Os candidatos a presidente da República têm espaço para suas propagandas nas terças, quinta-feiras e sábados, enquanto ao governo dos estados nas segundas, quartas e sextas-feiras. Logo, o candidato favorecido acaba realizando propaganda eleitoral todos os dias, com real chance de desequilibrar o pleito eleitoral."

Mais Sobre Política - Nacional

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Delfim Netto: “Próximo presidente vai ser impichado”

Não é uma previsão catastrofista, garante, mas uma "leitura simples" a partir do que o sistema político-eleitoral foi capaz de produzir até hoje

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Gleisi vence de goleada acusação farsesca: 5 a 0

Por unanimidade, a 2ª Turma do STF absolveu a senadora Gleisi Hoffmann, seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, e o empresário Ernesto Kugler das ac

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

STF confirma julgamento da liberdade de Lula no dia 26

Após a convocação de uma sessão extraordinária para a próxima terça-feira, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal confirmou a inclusão na pauta

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

Pimenta avisa: CPI das delações fará seu trabalho

A quem interessa tolher o poder de investigação do Parlamento brasileiro?