Porto Velho (RO) domingo, 13 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ministro da Previdência diz que governo deve mudar regras de auxílio-doença


Claudio de Souza - Agência O GloboCURITIBA - Apesar de o governo estar recebendo propostas da sociedade civil sobre a reforma da Previdência, o ministro da Previdência, Nelson Machado, descartou mudanças mais profundas na legislação do sistema previdenciário no momento. O ministro, que participou da abertura do 27º Congresso Brasileiro de Fundos de Pensão, afirmou que ainda há como melhorar muito a gestão da Previdência, inclusive com mudanças em algumas regras infra-legais, para reduzir o déficit, estimado em R$ 42 bilhões em 2006. Uma das mudanças em estudo é no auxílio-doença.- Tem muita coisa a fazer antes de se pensar em mexer nos direitos do trabalhadores e aposentados - disse o ministro.Machado, no entanto, não disse até quando as melhorias na gestão seriam suficientes para resolver o problema do déficit previdenciário. Perguntado se eventuais mudanças nas regras previdenciárias - como a elevação da idade mínima de aposentadoria e a desvinculação do salário mínimo dos benefícios - estariam descartadas por todo o segundo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o ministro respondeu:- Não tenho bola de cristal.O ministro ressaltou que a melhoria na gestão da previdência aliada ao crescimento do emprego formal, com carteira assinada, já vem dando resultados e reduzindo o déficit. Segundo ele, no início do ano, a estimativa era de que rombo chegasse a R$ 50 bilhões em 2006 e que, agora, sabe-se que o déficit será R$ 8 bilhões menor.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç