Quarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Medo do crime e desilusão política marcam moradores de três capitais


Agência O Globo SÃO PAULO - O brasileiro está começando o ano com medo da criminalidade e desiludido com a honestidade dos políticos, conforme estado de espírito que transparece na pesquisa da inSearch, empresa de pesquisas especializada em comportamento e tendências do consumidor, sobre as expectativas para 2007 dos moradores de São Paulo, Rio de Janeiro e Salvador. Para 57% dos entrevistados a corrupção no país vai piorar e 47% responderam que em 2007 a criminalidade vai aumentar. Os paulistanos são os mais pessimistas quando o assunto é honestidade dos políticos: 69% acreditam que não haverá melhora na área. Esse índice é de 63% para os cariocas e de 43% para os soteropolitanos. Em relação à segurança, os paulistanos também lideram a lista dos pessimistas: 55% declararam que a situação vai piorar, seguidos pelos cariocas (51%) e soteropolitanos (34%). O pessimismo, porém, não é generalizado. Em termos gerais 77% acreditam que 2007 será melhor que 2006. No topo do ranking do otimismo estão os moradores de Salvador: 82% apostam que a vida vai melhorar este ano. Em seguida vêm os cariocas (75%) e os paulistanos (73%). Quando questionados sobre educação, saúde pública e desemprego, a maioria dos entrevistados demonstrou otimismo: 63% acreditam que a educação vai melhorar, enquanto 56% apostam na diminuição do desemprego e 51% afirmam que a saúde pública vai melhorar. Em termos gerais, é entre os integrantes da classe D que estão as maiores proporções de otimistas. Os entrevistados com menor poder aquisitivo são os que mais acreditam em melhorias na educação (67%), saúde (63%), desemprego (63%) e corrupção (53%). No Rio de Janeiro a classe D apresenta o maior percentual de esperançosos, polarizada com a classe A: 72% dos mais pobres crêem que a educação vai melhorar, contra 47% dos mais abastados. Em relação à saúde, a proporção é de 67% para 29% da A. Quanto ao desemprego, 78% dos cariocas de menor poder aquisitivo esperam melhoras, enquanto 37% dos mais abonados prevêem mais oportunidades de trabalho em 2007. Mas os números cariocas são exceção. A classe A paulistana é a mais otimista quando se trata de educação (95%) e emprego (68%). Os soteropolitanos de maior nível socioeconômico também demonstram otimismo nas mesmas áreas: 74% prevêem melhoras na educação e 70% na saúde, além de um índice de 61% de entrevistados com fé na elevação do nível de emprego. A InSearch realizou uma pesquisa quantitativa com abordagem telefônica. Foram feitas 900 entrevistas, sendo 300 em cada capital com homens e mulheres das classes A, B, C e D no período de 4 a 7 de dezembro 2006. A InSearch é especializada em tendências e no comportamento do consumidor. Atualmente disponibiliza para o mercado pesquisas quantitativas, qualitativas ad hoc, etnográficas, consumidor misterioso - conhecido como Mystery Shopper - e desenvolve uma metodologia própria, conhecida como Creative Group - técnica elaborada para gerar insights com foco na inovação e desenvolvimento de produtos e serviços.

Gente de OpiniãoQuarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quarta-feira, 24 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)