Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Medida provisória muda regras e cria novas categorias para o Bolsa Atleta


 
Yara Aquino
Agência Brasil

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou hoje (20) medida provisória que altera o repasse de recursos da Lei Agnelo/Piva para as confederações esportivas, cria novas categorias para o Programa Bolsa Atleta e faz alterações nas regras já existentes.

As duas novas categorias criadas foram: o Atleta de Base e o Atleta Pódio. A bolsa do Atleta Pódio poderá chegar a R$ 15 mil e será destinada aos atletas com reais chances de medalha que estejam nas primeiras 20 posições do ranking mundial na modalidade que disputam. O benefício valerá por quatro anos, período que dura o ciclo olímpico, e poderá ser renovado.

O bolsa Atleta Base vai suprir as necessidades da categoria estudantil. O valor mensal do benefício será de R$ 370,00. "Antes não havia essa previsão para atleta de base, apenas para participantes de olimpíadas escolares", explicou o ministro do Esporte, Orlando Silva.

Antes das alterações introduzidas pela medida provisória na bolsa existente, apenas os esportistas que não tinham patrocínio podiam receber o benefício. Agora, essa condição deixou de existir. Haverá ainda reajuste dos benefícios a serem definidos em 2011.

As alterações na Lei Agnelo/Piva preveem que o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) passem a receber os recursos da lei mediante a assinatura de um contrato gerencial com metas a serem cumpridas pelas confederações. O contrato definirá também as prioridades de investimentos dos recursos públicos.
De acordo com o ministro Orlando Silva, o objetivo é que o governo acompanhe a destinação do dinheiro. “Se o governo aplica o recurso, ele tem o direito de dialogar”, afirmou.

A Lei Agnelo/Piva foi criada em 2002 e destina 2% da arrecadação das loterias federais ao esporte. Do total desse recurso, 85% são repassados para o COB e 15% para o CPB. Os comitês então encaminham as verbas para as confederações responsáveis pelas modalidades esportivas.

A atleta Taine Nogueira Lopes, da Seleção Brasileira de Handebol, que recebe o benefício do Bolsa Atleta há dois anos, afirma que as medidas anunciadas vão além do incentivo financeiro. “Além da ajuda financeira, incentivam o atleta. E é importante ele ter incentivo.”

Já mirando as Olimpíadas de 2016, também foi anunciada hoje a reestruturação da Secretaria Nacional de Alto Rendimento e foram criados a Rede Nacional de Treinamento e o programa Cidade Esportiva que buscará viabilizar espaços para a formação de atletas nos municípios brasileiros.

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç