Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Marinho reúne-se com centrais sindicais em busca de apoio para uso do FGTS


Agência O Globo SÃO PAULO - O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, reúne-se na terça-feira com dirigentes das principais centrais sindicais para tentar convencê-los a apoiar a criação do fundo de investimentos em infra-estrutura com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).Uma das medidas do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), anunciado pelo governo há duas semanas, a criação de um fundo com dinheiro do FGTS foi alvo de duras críticas das centrais.A Força Sindical e a Central Geral dos Trabalhadores (CGT) chegaram a entrar com uma ação direta de inconstitucionalidade contra a medida no Supremo Tribunal Federal (STF) no dia seguinte ao anúncio do PAC.As duas centrais defendem que cada trabalhador tenha a opção de, individualmente, aplicar ou não parte dos recursos que dispõe no FGTS. Exigem também que o governo, via Tesouro, garanta o rendimento mínimo de TR mais 3% às aplicações, que é a remuneração do FGTS, para os investimentos do fundo de infra-estrutura.A Central Única dos Trabalhadores (CUT) também não abre mão de que haja garantia de rentabilidade mínima para o dinheiro do FGTS a ser aplicado em projetos de infra-estrutura. Só que para a CUT, essa garantia poderia ser dada pelas empresas responsáveis pela execução das obras.-- A remuneração do FGTS é muito pequena e é perfeitamente possível criar garantias de rentabilidade mínima para os projetos, garantias que não seriam negociadas com o governo, mas diretamente com as empresas -- diz o presidente da CUT, Artur Henrique.A CUT quer também que os trabalhadores tenham assento no comitê que definirá os projetos beneficiados com recursos do FGTS.Ronaldo D'Ercole - O GLOBO

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul