Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Marina Silva diz que esquema de fraudes é combatido a “ferro e fogo”


Juliana Andrade
Agência Brasil

Brasília - Ao comentar o envolvimento de servidores do Ibama no esquema de comércio ilegal de madeiras, desarticulados pela Operação Isaías, da Polícia Federal, a ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, destacou que o problema era antigo e foi desvendado em função de uma investigação rigorosa do próprio órgão, em parceria com a Polícia Federal.

"Há uma genealogia antiga do crime, que, nos últimos quatro anos, tem sido combatido a ferro e fogo pelo Ibama e pela Polícia Federal", disse. "Ao desconstituir uma quadrilha que funciona dentro do serviço público, isso tem um impacto muito grande, porque uma coisa é quem está fora do sistema tentando fraudar o sistema, outra coisa é quem está dentro do sistema, contribuindo com a fraude."

De acordo com o chefe da área ambiental da Polícia Federal, delegado Jorge Pontes, ao todo 644 pessoas físicas e jurídicas atuam no comércio de madeira no Amapá. Dessas, 99 usam ATPFs de forma irregular. Segundo o delegados, as investigações continuam e mais pessoas podem ser presas. "Durante as investigações, não afastamos a possibilidade de chegar a outros agente públicos envolvidos neste mesmo caso", diz.

A Polícia Federal, com apoio do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis, prendeu 46 integrantes da quadrilha. O esquema consistia em fraudar Autorizações para Transporte de Produtos Florestais (ATPFs), uma licença indispensável para o transporte de produto florestal de origem nativa.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO