Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Marco Aurélio: 'Quem tem algo a esconder não deve ser candidato'


Agência O Globo

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Marco Aurélio Mello, afirmou nesta quinta-feira que os eleitores devem analisar, no momento de votar, a vida passada do eleitor. Para ele, se há contra um determinado candidato fatos que o condenem, mesmo que ele não tenha sido condenado em última instância pela Justiça, isso deve ser considerado pelos eleitores.

- Pouco importa a existência ou não da decisão condenatória. O homem público é um livro aberto, está na vitrine, portanto, aquele que tem alguma coisa a esconder não deve se apresentar como candidato a cargo público - disse.

Marco Aurélio afirmou, no entanto, que a Justiça tem que cumprir a lei e não pode criar novas regras:

- A população precisa compreender que a atuação do Judiciário é vinculada ao direito posto. Não podemos substituir as regras existentes.

Ao participar de solenidade de homenagem à presidente do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie, Marco Aurélio também criticou os candidatos que se apresentam no horário eleitoral gratuito com discursos que não condizem com a verdade e fazem promessas que não podem cumprir. Segundo Marco Aurélio, a propaganda eleitoral é o espaço que o eleitor tem para conhecer os candidatos e julgá-los de acordo com suas verdadeiras histórias.

- Gostaria de aplicar o Código de Defesa do Consumidor contra a propaganda enganosa - ironizou o ministro, acrescentando:

- Isso (propaganda enganosa) sempre ocorrerá, mas nós não somos ingênuos. Não subestimem o povo brasileiro. O eleitorado tem que aproveitar o programa para examinar o perfil dos candidatos, não só analisar o que estão falando, mas também a vida pregressa dos candidatos.

Na última segunda-feira, Marco Aurélio referiu-se de forma indireta à crise política que afeta parlamentares, como os escândalos do mensalão e dos sanguessugas, defendeu o voto consciente e conclamou os eleitores a não se omitirem e nem votar naqueles que não respeitam a lei. Toda a campanha institucional do TSE para as eleições deste ano faz um apelo para o necessário cuidado que o eleitor deve ter ao escolher seus candidatos.

Mais Sobre Política - Nacional

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servid