Porto Velho (RO) quarta-feira, 16 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Marco Aurélio: 'Quem tem algo a esconder não deve ser candidato'


Agência O Globo

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Marco Aurélio Mello, afirmou nesta quinta-feira que os eleitores devem analisar, no momento de votar, a vida passada do eleitor. Para ele, se há contra um determinado candidato fatos que o condenem, mesmo que ele não tenha sido condenado em última instância pela Justiça, isso deve ser considerado pelos eleitores.

- Pouco importa a existência ou não da decisão condenatória. O homem público é um livro aberto, está na vitrine, portanto, aquele que tem alguma coisa a esconder não deve se apresentar como candidato a cargo público - disse.

Marco Aurélio afirmou, no entanto, que a Justiça tem que cumprir a lei e não pode criar novas regras:

- A população precisa compreender que a atuação do Judiciário é vinculada ao direito posto. Não podemos substituir as regras existentes.

Ao participar de solenidade de homenagem à presidente do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie, Marco Aurélio também criticou os candidatos que se apresentam no horário eleitoral gratuito com discursos que não condizem com a verdade e fazem promessas que não podem cumprir. Segundo Marco Aurélio, a propaganda eleitoral é o espaço que o eleitor tem para conhecer os candidatos e julgá-los de acordo com suas verdadeiras histórias.

- Gostaria de aplicar o Código de Defesa do Consumidor contra a propaganda enganosa - ironizou o ministro, acrescentando:

- Isso (propaganda enganosa) sempre ocorrerá, mas nós não somos ingênuos. Não subestimem o povo brasileiro. O eleitorado tem que aproveitar o programa para examinar o perfil dos candidatos, não só analisar o que estão falando, mas também a vida pregressa dos candidatos.

Na última segunda-feira, Marco Aurélio referiu-se de forma indireta à crise política que afeta parlamentares, como os escândalos do mensalão e dos sanguessugas, defendeu o voto consciente e conclamou os eleitores a não se omitirem e nem votar naqueles que não respeitam a lei. Toda a campanha institucional do TSE para as eleições deste ano faz um apelo para o necessário cuidado que o eleitor deve ter ao escolher seus candidatos.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que