Porto Velho (RO) quinta-feira, 16 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Marco Aurélio: 'Algumas promessas são extravagantes'


Agência O GloboRIO - Dez dias depois do início da propaganda eleitoral no rádio e na TV, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio de Mello, considerou a qualidade dos programas veiculados razoável. Porém, segundo ele, algumas promessas feitas pelos candidatos são extravagantes.- São veiculadas idéias e promessas. E algumas promessas são extravagantes. Esperamos apenas que o eleitor esteja acompanhando a propaganda eleitoral e que faça um juizo sobre o perfil dos candidatos - disse Marco Aurélio, em entrevista à rádio CBN, na manhã desta sexta-feira.Para o presidente do TSE, a fragilidade da estrutura partidária no país fica evidente na propaganda política.- Não estão dando ênfase aos partidos. No Brasil, se aposta muito mais no candidato do que no partido. A rigor, não temos partidos com plataformas e propagandas bem definidos - afirmou Marco Aurélio, que acrescentou:- A qualidade da propaganda é razoável e corresponde a nossa cultura política. O ideal seria temos realmente definições maiores, considerando os partidos políticos, programas específicos. Mas isso não ocorre. Precisamos melhorar.Em relação às candidaturas impugnadas pelos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), Marco Aurélio afirmou que os processos serão analisados a partir do princípio da não culpabilidade, que estabelece que ninguém pode ser condenado antes do processo julgado em última instância, e da moralidade.- Evidentemente, a sociedade vem acompanhando e exigindo uma nova postura das instituições. O princípio da moralidade é alicerce da administração pública - avaliou.Durante a entrevista, o candidato derrubou alguns mitos sobre a cláusula de barreira, que determina que os partidos consigam no mínimo 5% dos votos nacionais.- A cláusula de barreira diz respeito ao funcionamento parlamentar. Não implicará na extinção de partidos políticos e muito menos a extinção de mandatos por ventura alcançados.

Mais Sobre Política - Nacional

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades já podem sacar cotas do Pis/Pasep

Trabalhadores de todas as idades que tiverem direito a cotas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servid