Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Mantega: 'Não há recurso extra para aumento de parlamentar'


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ter sido pego de surpresa pela decisão do Congresso de equiparar os salários dos parlamentares aos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), teto do funcionalismo, mas afirmou que a decisão é perfeitamente legal. Mantega, no entanto, garantiu que o governo não dará recursos suplementares ao Congresso. Segundo ele, esse aumento tem que ficar limitado aos gastos já atribuídos ao Legislativo.- Existe autonomia dos poderes no país, mas é dinheiro público. Eles têm uma margem orçamentária e se precisarem de mais orçamento para isso, evidentemente que procuraremos não dar esse acréscimo - afirmou.O impacto anual do aumento será de R$ 157 milhões na Câmara e de R$ 16 milhões no Senado. Mantega disse não ter feito os cálculos, mas enfatizou a necessidade de que tudo se mantenha dentro dos gastos previstos.- A idéia é que já houve uma distribuição de recursos no Orçamento de 2007, e, portanto, é isso que deve permanecer - reforçou.Mantega disse que não defende a extensão do aumento para o Executivo, mas brincou dizendo que os salários do presidente e dos ministros estão congelados há oito anos e que um dia desses acabaria fazendo uma greve.- Não defendo isso, uma equiparação com o Legislativo, porque me parece que para nós ministros seria excessivo ter um salário dessa magnitude, embora que eu gostaria muito de receber esse salário. Nossos salários continuam congelados. Qualquer dia faço uma greve para aumentar meu salário - disse o ministro, em tom de brincadeira.Ao ouvir um repórter dizer que outros ministros, como Luiz Fernando Furlan e Waldir Pires, também reclamaram dos salários, Mantega respondeu:- Já imaginou eu fazendo greve com o Furlan?

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç