Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Mantega: 'Não há recurso extra para aumento de parlamentar'


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse ter sido pego de surpresa pela decisão do Congresso de equiparar os salários dos parlamentares aos dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), teto do funcionalismo, mas afirmou que a decisão é perfeitamente legal. Mantega, no entanto, garantiu que o governo não dará recursos suplementares ao Congresso. Segundo ele, esse aumento tem que ficar limitado aos gastos já atribuídos ao Legislativo.- Existe autonomia dos poderes no país, mas é dinheiro público. Eles têm uma margem orçamentária e se precisarem de mais orçamento para isso, evidentemente que procuraremos não dar esse acréscimo - afirmou.O impacto anual do aumento será de R$ 157 milhões na Câmara e de R$ 16 milhões no Senado. Mantega disse não ter feito os cálculos, mas enfatizou a necessidade de que tudo se mantenha dentro dos gastos previstos.- A idéia é que já houve uma distribuição de recursos no Orçamento de 2007, e, portanto, é isso que deve permanecer - reforçou.Mantega disse que não defende a extensão do aumento para o Executivo, mas brincou dizendo que os salários do presidente e dos ministros estão congelados há oito anos e que um dia desses acabaria fazendo uma greve.- Não defendo isso, uma equiparação com o Legislativo, porque me parece que para nós ministros seria excessivo ter um salário dessa magnitude, embora que eu gostaria muito de receber esse salário. Nossos salários continuam congelados. Qualquer dia faço uma greve para aumentar meu salário - disse o ministro, em tom de brincadeira.Ao ouvir um repórter dizer que outros ministros, como Luiz Fernando Furlan e Waldir Pires, também reclamaram dos salários, Mantega respondeu:- Já imaginou eu fazendo greve com o Furlan?

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul