Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Mais de mil operadoras de planos de saúde são reprovadas pela ANS


Agência O Globo RIO - Quase a metade (44%) das operadoras de saúde do país, ou 1.108 empresas, tiraram nota zero em uma pesquisa inédita divulgada pela Agência Nacional de Saúde Complementar (ANS). Do total de 2.048 operadoras que atuam no setor, apenas 906 conseguiram pontuar no ranking com notas que variaram de 0 até 1 ponto, referentes ao chamado Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS). As 906 operadoras que pontuaram representam 34,296 milhões de usuários, o equivalente a 80% do total de 42 milhões de beneficiados por planos de saúde no Brasil.O IDSS varia de zero a 1,0 e é dividido em quatro faixas: 0 a 0,25; 0,25 a 0,50; 0,50 a 0,75 e 0,75 a 1,0. Segundo informações da ANS, nenhuma empresa alcançou a nota 1. A média do setor, informou a agência, foi de 0,551.O consumidor que quiser saber o desempenho de alguma empresa pode ter acesso à pesquisa na página da ANS na internet.O diretor-presidente da agência, Fausto Pereira dos Santos, disse que as empresas "que receberam taxa igual ou acima de 0,50 podem ser consideradas boas" empresas.- Já as que não estão listadas exigem preocupação do usuário. É um processo que acontece aos poucos, mas a expectativa é de que, ao final de 2006, já tenhamos claro quais serão as empresas que vão passar por processo de acompanhamento mais refinado, com plano de recuperação, por exemplo - disse Santos.As 1.108 que receberam IDSS zero - responsáveis pelo atendimento a 8 milhões de usuários - não enviaram dados à ANS ou encaminharam informações inconsistentes e poderão ter seus registros cassados. Todas passarão, a partir de agora, por uma análise e cobrança criteriosa do órgão. As 34 restantes não foram listadas por serem apenas administradoras, sem beneficiários.O Programa de Qualificação do órgão regulador pontuou e classificou as companhias que atuam no setor, de acordo com a qualidade dos serviços e o desempenho econômico-financeiro. Pela primeira vez, as operadoras foram nominalmente catalogadas por modalidade (seguradoras, cooperativas etc) e porte (número de associados), em ordem alfabética.O consumidor que quiser saber o desempenho de alguma empresa poderá ter acesso à pesquisa na página da ANS (www.ans.gov.br).

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por