Porto Velho (RO) sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Mais de 1,8 mil cadastros de armas foram feitos na 'Operação Caça Legal II'


 
RIO BRANCO/AC – A PF concluiu maio a “Operação Caça Legal Fase II” que teve como objetivo recadastrar armas de moradores das áreas rurais, classificados na categoria “caçador de subsistência”, tendo sido efetuado mais de 1,8 mil registros em um mês de trabalho.

A equipe de 8 Policiais Federais, percorreu o trajeto entre as cidades de Boca do Acre/AM, até Santa Rosa do Purus/AC , em barcos de diferentes portes haja vista que em determinadas localidades não era possível o acesso devido às precárias condições de navegabilidade apresentadas pelo Rio Purus nesta época do ano. Muitas dificuldades também foram encontradas nos poucos trajetos percorridos por terra.

O atendimento ocorreu em municípios, seringais, colônias, foz dos rios e aldeias indígenas. Segundo relatos dos policiais que participaram da operação, os resultados foram bastante positivos, houve grande interação com as comunidades que ficaram bastante agradecidas com o serviço prestado pela Polícia Federal, pois seria bastante difícil para estes moradores de comunidades isoladas se dirigirem à capital para fazer o recadastramento de suas armas.

Um fato interessante ocorreu na Aldeia Sobral, onde não foi possível efetuar nenhum atendimento, pois os indígenas assustados com a presença dos policiais esconderam-se na mata.

A operação foi desenvolvida com rigor quanto ao cumprimento de prazos haja vista que as comunidades foram avisadas previamente dos dias que estariam sendo feito os atendimentos. Estes atendimentos ocorreram nos mais diversos ambientes como escolas, sob as árvores, dentro de barcos, tendas, tribos indígenas entre outros.

A Operação Caça Legal, somadas a fase I e II, já efetuou mais de 3,4 mil registros de armas no estado do Acre e parte do estado do Amazonas. A previsão é que a fase III, que irá cobrir o extremo oeste do Brasil, ocorra a partir de outubro, dependendo das condições de navegabilidade dos rios.

Fonte: Ascom/Superintendência Regional da PF no Acre
 

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p