Porto Velho (RO) domingo, 8 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Madeira ilegal apodrece no Pará


Agência O Globo BELÉM - Uma grande quantidade de madeira extraída ilegalmente da floresta amazônica, e apreendida em operações da polícia e do Ibama, está apodrecendo e queimando no Pará. O descaso coincide com a divulgação dos primeiros contratos que permitem a exploração da floresta pela iniciativa privada em terras públicas.O Ibama realiza operações para tentar conter o desmatamento e quando consegue fazer alguma apreensão, não tem onde guardar as toras. O pátio do Ibama em Altamira, no oeste do Pará, está lotado com mais de mil metros cúbicos de madeira, o equivalente a 76 caminhões. Tudo está apodrecendo.No mesmo município, um carregamento de mogno apreendido durante uma fiscalização e que estava em uma serraria, foi queimado.Em setembro, na maior apreensão de 2006 no Pará, 15 mil metros cúbicos de várias espécies de árvores foram deixados no meio da floresta. O Ibama quer doar a madeira para a construção de casas, pontes e carteiras escolares mas não há previsão de quando essas toras serão retiradas da mata.Os primeiros quatro contratos de planos de manejo, todos localizados no Pará e feitos com base na nova lei de gestão de florestas públicas, prevêem a retirada das árvores da mata, sem destruir a floresta. Segundo o Ibama, os governos estaduais e o federal passam a oferecer contratos de concessão de uso para a iniciativa privada em áreas de floresta.- É um avanço porque dá a possibilidade de que uma atividade muito importante para a região possa ser feita de forma sustentável e de forma continuada - explica o engenheiro florestal da ONG Imazon Paulo Barreto.Ambientalistas são contra porque os contratos permitem que a floresta, mesmo em terras públicas, possa ser explorada por madeireiros. Muitas áreas são de difícil acesso e não têm fiscalização.- É um tiro de misericórdia. A floresta não tem mais solução - critica o ambientalista Camilo Viana.Pesquisadores que atuam na Amazônia afirmam que por ano são derrubadas 4,5 milhões de árvores da floresta. O próprio Ministério do Meio Ambiente reconhece que mais da metade da madeira tem origem ilegal.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p