Porto Velho (RO) sábado, 19 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula veta benefício que dava descontos de até 100% para dívidas tributárias


Martha Beck - Agência O GloboBRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva vetou um artigo incluído pelo Congresso na Lei 11.434 pelo qual contribuintes inscritos no Refis e no Paes - programas de refinanciamento de débitos tributários - poderiam quitar suas dívidas com descontos de quase 100%. A lei decorreu da Medida Provisória 321, que retirou a Taxa Referencial (TR) dos contratos habitacionais. Mas durante a tramitação na Câmara e no Senado os parlamentares incluíram o benefício tributário no texto.Pela regra agora vetada, as dívidas, que são corrigidas com juros simples pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), poderiam ser pagas antecipadamente considerando a Selic composta como desconto no valor do principal. Com isso, segundo a Receita Federal, um contribuinte que tinha uma dívida de R$ 1,45 bilhão, por exemplo, poderia acabar pagando apenas R$ 196 milhões se optasse por quitá-la antecipadamente, o que representaria um desconto de 86,5%.- Isso é um desrespeito com quem paga imposto - afirmou o secretário da Receita, Jorge Rachid, quando o artigo foi aprovado na Câmara dos Deputados.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul