Porto Velho (RO) quinta-feira, 24 de setembro de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula vai interferir na eleição da Câmara


Gerson Camarotti - Agência O Globo BRASÍLIA - Depois de ter afirmado que não iria interferir na disputa pelo comando da Câmara, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu agir para evitar um conflito na base aliada. Ele resolveu nesta sexta que vai chamar os dois candidatos, Aldo Rebelo (PCdoB-SP), que disputa a reeleição, e o líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), para propor um acordo pela candidatura única. O presidente quer evitar uma disputa muito dura entre Aldo e Chinaglia, que poderia enfraquecer a governabilidade. Lula pode usar a reforma ministerial para compensar com um cargo o candidato que desistir. O Ministério da Defesa deve ser a moeda de troca, e a avaliação no Planalto é de que tanto Chinaglia como Aldo têm perfil para cuidar da pasta, fonte de problemas para o Planalto. Foi uma situação de racha semelhante que acabou possibilitando a eleição do ex-deputado Severino Cavalcanti (PP-PE) para o comando da Câmara. Na ocasião, o próprio Lula evitou intervir na disputa e deixou livre o deputado Virgílio Guimarães (PT-MG) para enfrentar o candidato oficial do PT. Mudança de posição A informação de que o presidente vai interferir na disputa representa uma mudança de posição. Nesta quinta, o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, afirmou que os dois candidatos da base governista vão fechar um acordo em janeiro , e que o governo agiria apenas como um "aproximador" ou "mediador" do processo. - O presidente Lula não vai pedir a nenhum dos deputados que abra mão de suas legítimas candidaturas, mas sabe que ambos têm responsabilidade, e os partidos também, e que vão chegar a um acordo nos próximos 15 ou 20 dias - disse Genro a jornalistas no Palácio do Planalto. Também nesta quinta, Aldo Rebelo reuniu um grupo de deputados de vários partidos em sua casa para trabalhar por sua reeleição, e afirmou ter decidido ir "até o fim". Ao sair da reunião, o líder do PFL na Câmara, Rodrigo Maia (RJ), disse que Aldo levará sua candidatura até o fim e que vai para a disputa no voto, caso o PT não retire a candidatura do líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP).

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu