Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula recebe apelos, mas evita se manifestar sobre permanência de Gil


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - Em uma cerimônia que durou mais de duas horas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que ganhou a eleição porque "cuida" do povo e não apenas governa o país. Lula explicou que cuidar significa atender àqueles que os governantes ignoram, como os cidadãos mais pobres. Durante a cerimônia, o presidente recebeu apelos da platéia lotada de artistas e intelectuais para que o ministro da Cultura, Gilberto Gil, permanecesse no cargo.Ao contrário do que fez com o ministro Fernando Haddad mais cedo (quando disse que o ministro ficava para em seguida voltar atrás), Lula não respondeu diretamente aos apelos dos convidados para a manutençao de Gil, que chorou copiosamente ao discursar.- Descobri que ganhamos a eleição porque cuidamos do povo desse país. Digo a palavra cuidar porque você cuida daqueles que os governantes nem sabiam que existiam. O saber (da existência) da dor de barriga não é o mesmo que sentir a dor de barriga - disse Lula numa crítica à oposição.- Assim como eu, o ministro Gil não governa a cultura, ele cuida da cultura brasileira - completou o presidente.Lula também disse que ficou emocionado ao ver o ministro Gil chorar:- Acho gratificante o cidadão chorar e quando ele faz isso, ele está despojado.O presidente só discursou depois de quase duas horas de cerimônia porque teve que passar pelo constrangimento de ouvir o discurso de um dos agraciados com a medalha da Ordem do Mérito Cultural, Amir Haddad, teatrólogo, que discursou por quase uma hora. O discurso do presidente durou apenas sete minutos e, ao começar a falar, avisou:- Serei muito breve e muito curto, mas não serei grosso - brincou o presidente, parafraseando o ditado.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO