Porto Velho (RO) segunda-feira, 25 de junho de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula reafirma que vence no primeiro turno e sobe o tom contra a oposição


Adriana Vasconcelos - Agência O GloboBELO HORIZONTE - Diante de uma platéia de três mil pessoas, em um comício em Belo Horizonte na noite desta terça-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reafirmou sua expectativa de vencer as eleições no primeiro turno.-Por mais que eles (oposição) falem que não, eu ganharei as eleições no domingo para a felicidade de alguns e desencanto de outros - disse o presidente Lula.Ao lado das principais lideranças regionais do PT, o presidente Lula subiu o tom do discurso e atacou a oposição dizendo que seus adversários estão "perplexos e atônitos".- A oposição está perplexa e atônita porque eu não caio nas pesquisas. De repente eles estão perplexos e atônitos porque o povo aprendeu a andar com as próprias pernas e pensar com a própria consciência. Eles já não conseguem mais manipular o povo. Eles devem se perguntar: Por que batemos tanto, por que caluniamos tanto o Lula e ele não cai nas pesquisas. O Lula não desce nas pesquisas porque não está sozinho. Se tirarem minhas pernas vou andar com as pernas de vocês (povo). Eles deveriam ter aprendido com Tiradentes que não basta esquartejar, a carne pode apodrecer e as idéias continuam circulando, e isso nós temos de sobra - disse Lula.Segundo o presidente há um ano e meio a oposição tenta "manipular" a sociedade, mas não tem sucesso.- Embora estejam há um ano e meio tentando manipular o povo, eles não conseguem mais. Esse pessoal do PFL e do PSDB não tem moral para falar em ética. Chegaram a falar que não precisam me cassar, que só queriam me sangrar por causa que estavam fazendo os sanguessugas. Mas eu estou resistindo. Enquanto eles faziam os sanguessugas, eu fazia uma transfusão de sangue com o povo - afirmou o presidente.Para o presidente Lula, a oposição só apresenta programa de governo com uma bandeira social para ganhar votos nas eleições.- Meus adversários só gostam de pobre na eleição. Falam que o Bolsa Família é assistencialista. É assistencialista para quem está de barriga cheia. Eles que tenham coragem de dizer que vão revogar o Bolsa Família. Vinhemos para mudar a história do nosso país - disse Lula. O ministro do Desenvolvimento Social, Patrus Ananias, atacou a imprensa e disse acreditar na reeleição de Lula no próximo domingo.-Nossos adversários e uma parte da imprensa identificada com essas forças do conservadorismo querem transformar esse caso do dossiê numa história nacional, mas em alguns anos esse episódio, por mais sério que seja, não vai contar. O que vai contar mesmo é o beneficio para os pobres - disse Patrus.Na mesma linha do ministro, o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, que também coordena a campanha nacional do PT em Minas, falou que o Brasil está assistindo uma tentativa desesperada da elite.-A elite derrotada não quer voltar pelo voto, pela democracia. Não vamos aceitar isso. Vão ter que nos derrotar em campo - afirmou Pimentel.O presidente Lula também comentou porque estava no palanque ao lado de Newton Cardoso, seu adversário histórico:- Eu estou ao lado do Newton porque ele no Senado vai votar a favor dos projetos do governo e do país, enquanto seus adversários não - disse Lula.

Mais Sobre Política - Nacional

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

Marco Aurélio Mello culpa Cármen Lúcia por prisão ilegal de Lula

 247 – Um dia depois de denunciar à televisão portuguesa que o ex-presidente Lula está preso ilegalmente no Brasil (saiba mais aqui), o ministro Marco

 'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

'Decisão de Fux já custou mais de R$ 4 bi ao País'

"Uma decisão tomada há quase quatro anos pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, já custou mais de R$ 4 bilhões aos cofres públicos sem

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

No mesmo dia em que manobrou contra Lula, Fachin livrou Temer

Fachin arquivou uma investigação da Polícia Federal que recaía contra Temer. A apuração era sobre um manuscrito apreendido no gabinete do senador pel

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

Ministro de Temer fala em 'guerra letal' nas favelas e avisa que 'criança bonitinha' pode virar alvo

"Você vê uma criança bonitinha, de 12 anos de idade, entrando em uma escola pública, não sabe o que ela vai fazer depois da escola. É muito complicado