Porto Velho (RO) terça-feira, 13 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula parte para o ataque a Alckmin no horário eleitoral


Agência O GloboRIO - Esquenta o horário eleitoral a cinco dias das eleições. No programa desta terça-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição, atacou indiretamente Geraldo Alckmin, candidato a presidente pelo PSDB em segundo lugar nas pesquisas de intenção de voto. Depois de exaltar os feitos da Polícia Federal, a qual considera um modelo a ser seguido pela polícias estaduais com a prisão de 1300 envolvidos em corrupção e diversas ações contra o crime organizado, o programa de Lula foi para cima do concorrente colocando em dúvida a administração de Alckmin durante os atentados de uma facção criminosa em São Paulo:"Estamos agindo sem varrer o lixo para debaixo do tapete. Sem medo de punir. Seja quem for. Doa a quem doer. Um comportamento bem diferente de certos políticos que hoje se dizem defensores da ordem e da moral e que ontem faziam o contrário. O Brasil sabe muito bem quem deixou São Paulo refém do crime organizado. E os paulistas sabem quem mandou engavetar mais de 60 CPIs para que seu governo não fosse investigado (...) A hipocrisia e o desprezo ao povo não voltarão jamais a este país." Em seu programa, Alckmin explorou o escândalo do dossiê, enfatizando que ele envolve homens de confiança do presidente Lula. Seu tempo no horário eleitoral foi gasto em sua maior parte por uma reconstituição meticulosa do episódio, desde a sexta-feira dia 15 até hoje, permeada com fala de populares nas ruas. Nesse meio tempo, o apresentador pergunta: "Lula de novo não sabe de nada?" Escândalos do ano passado, como o mensalão, Waldomiro Diniz e os que envolvem ex-ministro de Lula, como Antonio Palocci, José Dirceu e Humberto Costa, também foram lembrados.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro, Boulos e os rumos dos progressistas

Haddad, Ciro e Boulos precisam decidir se querem dar um passo em frente ou dois passos atrás.