Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula: 'Nunca sei quando sou candidato e quando sou presidente'


Agência O Globo PORTO ALEGRE - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva iniciou neste sábado no Rio Grande do Sul que o desempenho das suas atuais funções na Presidência da República e de candidato à reeleição são quase inseparáveis: - Ser presidente da República e ser candidato é uma coisa meio complicada, porque nunca sei quando sou candidato e quando sou presidente. Estou aqui agora como candidato, mas se acontecer alguma coisa, eu largo o microfone e fico presidente outra vez - afirmou. Ele esteve em Porto Alegres, um dia depois de a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, ter anunciado a liberação de R$ 600 milhões para a região, com ampliação a linha de financiamento destinada aos setores coureiro-calçadista, moveleiro e de implementos agrícolas de R$ 400 milhões para R$ 1 bilhão. Saiba mais. A atitude do governo foi duramente criticada pela candidata do PSOL à Presidência, Heloísa Helena, segundo a qual destinar recursos em ano eleitoral, "em troca de apoio político demonstra irresponsabilidade social, fiscal, administrativa e orçamentária" por parte do governo. O presidente fez comício para mais de duas mil pessoas em São Leopoldo, região metropolitana de Porto Alegre e disse que não vai deixar de fazer anúncios, como o da liberação de verbas feita sexta-feira para o setor coureiro-calçadista gaúcho, mesmo se for acusado de estar fazendo campanha eleitoral. Em seu discurso, Lula disse que não pretende paralisar o governo em função das eleições, mesmo que continue sendo criticado pelos adversários. - Eleição é importante, mas não pode atrapalhar o processo administrativo do país -afirmou. - Vou continuar fazendo o que precisa ser feito. Não posso permitir que, por conta da eleição, não façamos mais nada - acrescentou. Durante o discurso, o presidente Lula também disse que só Getúlio Vargas fez mais para os pobres do que ele, lembrando que Getúlio Vargas foi o responsável pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e que ele fez programas como Pro-Uni, criação de novas universidades federais e o seguro agrícola. Lula prometeu comportar-se para fazer uma campanha à altura de um presidente, mas pediu que seus companheiros de partido "não levem desaforo para casa" e respondam às acusações feitas contra o governo. - Não permitam que alguns fiquem vestidos de arautos da ética tentando jogar a culpa em cima de nós. Quando algum companheiro erra, nós punimos. Não conheço nenhum que fala mal de nós que seja melhor. Lula foi recepcionado no Aeroporto Salgado Filho por uma comitiva de petistas, da qual fez parte o candidato do partido ao governo gaúcho, Olívio Dutra. Dali, eles seguiram para São Leopoldo. Uma caminhada que cruzou a principal rua de São Leopoldo, a Independência, abriu a mobilização de militantes do PT para esperar Lula.

Gente de OpiniãoDomingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)