Porto Velho (RO) quinta-feira, 12 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula: Não moverei uma palha contra meus adversários


Flávio Freire - Agência O GloboSÃO PAULO - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva voltou a fazer críticas à oposição e disse que não vai responder a provocações mesmo que seus opositores usem um tom mais agressivo. Durante discurso em Osasco, onde reuniu cerca de duas mil pessoas num comício ao lado de Aloizio Mercadante, candidato do PT ao governo de São Paulo, Lula disse que não moveria nenhuma palha contra seus adversários:- Meus adversários podem provocar e baixar o nível da campanha. Podem colocar quantas denúncias quiserem. Eu não moverei nenhuma palha contra eles, porque sei que vocês moverão o paiol inteiro contra eles.Lula, que durante o comício chegou a ironizar o candidato ao governo do Amazonas, senador Arthur Virgílio, dizendo que seu desempenho naquele estado é superior ao tucano "que usou a tribuna do Senado para ameaçar bater no presidente", pediu votos para Mercadante e comentou o interesse do PSDB nas eleições presidenciais de 2010.- Se vocês elegerem alguém que já está pensando em 2010 esta pessoa pode não governar direito - afirmou.Lula falou ainda sobre a declaração do candidato do PDSB ao governo de São Paulo, José Serra, que atribuiu à migração o baixo desempenho do ensino público no estado.- Todos sabem que sou nordestino e que devo tudo a São Paulo. Mas não posso admitir gente que vai na TV vomitar preconceitos contra o povo nordestino que tanto ajudou a construir este estado. Talvez eles achassem que, para ser presidente, deveria nascer em berço de ouro, mas o povo levantou a cabeça e mostrou que é dono de seu destino e de seu nariz.Durante o comício em Osasco, reduto eleitoral do ex-deputado João Paulo Cunha, o presidente enfrentou uma saia justa. Depois de quase 40 minutos falando, Lula ignorou a presença do colega petista e, mesmo diante do apelo do público, que gritava o nome de João Paulo, evitou falar o nome do ex-presidente da Câmara acusado de envolvimento com mensalão.- Se eu tivesse tanta gente assim gritando meu nome eu já estaria eleito - disse Lula, que não chamou João Paulo para a frente do palco.

Mais Sobre Política - Nacional

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

Jaqueline Cassol cobra votação da MP que garante Revalida

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) cobrou do presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ) a votação, antes que encerre o prazo, da Medida Provisórias cri

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Supremo Tribunal Federal mantém decisão que proíbe gestantes em atividade insalubre

Por unanimidade e em ambiente virtual, o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou recurso da Advocacia-Geral da União (AGU) e manteve a decisão, tomada

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Boa notícia: Lula dará ao velho amigo 1ª entrevista fora da prisão

Neste ano e meio que ele está preso, não tive condições de viajar a Curitiba e fiquei esperando o amigo sair da prisão para poder falar com ele, certo

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p