Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula e Marco Aurélio fazem desagravo a Emir Sader


Agência O Globo SÃO PAULO - Durante a reunião deste sábado, o Diretório Nacional do PT prestou homenagem ao sociólogo Emir Sader, recentemente condenado pela Justiça por ter ofendido o senador Jorge Bornhausen (PFL-SC). O sociólogo foi convidado a participar da abertura da reunião do Diretório Nacional como forma de desagravo pela condenção na justiça, que, em primeira instância, decidiu que ele perderá a cátedra na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e a pena de um ano de detenção. O presidente interino do PT, Marco Aurélio Garcia, e o presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, prestaram solidariedade ao sociólogo durante a abertura da reunião. A condenação foi motivada por um artigo publicado na Agência Carta Maior em 28 de agosto do ano passado. O sociólogo e colunista do site comentava uma manifestação pública do senador Jorge Bornhausen (PFL-SC) segundo a qual ele estaria feliz por se ver livre "dessa raça pelos próximos 30 anos". A "raça" a que se referia o senador era o PT e a esquerda. A condenação a Sader provocou um abaixo assinado em solidariedade no Brasil e no exterior. Na reunião deste sábado, Marco Aurélio ressaltou a contribuição intelectual e a integridade ética e política de Sader. - Receba assim, amigo Emir, a nossa solidariedade. Estamos juntos com os milhares de intelectuais e cidadãos que protestaram contra esse ato arbitrário, que faz lembrar os velhos tempos da ditadura militar, à qual serviu com afinco e dedicação o senador pefelista", afirmou o presidente do PT. Lula, por sua vez, conclamou os cidadãos a não aceitarem a condenação do sociólogo. - A sociedade brasileira não pode aceitar que um cidadão se dê ao luxo de querer castigar um companheiro que ousou defender sua raça - disse. Sader agradeceu a solidariedade que recebeu na reunião e em toda sociedade, ressaltando que este sentimento se estende a todos os cidadãos que lutam contra as injustiças e qualquer forma de coação ou espoliação. O sociólogo aproveitou sua intervenção para defender que o 3º Congresso do PT, que ocorrerá no próximo ano, se torne um congresso de idéias. - Temos a obrigação de construir um ideário pós-neoliberal, uma outra forma de sociabilidade, em contraponto ao modo de vida americano - disse.

Gente de OpiniãoDomingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Domingo, 14 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)