Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que política energética de FH levou ao apagão


Luiza Damé - Agência O GloboBRASÍLIA- O presidente Luiz Inácio Lula da Silva aproveitou o seminário de biocombustivel para criticar a política energética do governo Fernando Henrique Cardoso, que teria levado ao apagão em 2001. O presidente disse que a energia é como o coração, que precisa ser cuidado permanentemente, e comparou o país naquele período ao xaxado, ritmo nordestino de dança com pé arrastando.- Se não houver crescimento e distribuição de renda, ficaremos atrofiados como ficamos na década de 70, que crescíamos 10% ao ano. A partir dos anos 80, nos deparamos com a necessidade de pagar um crescimento. Não fizemos distribuição de renda e estávamos devendo bilhões de dólares. Passamos 20 anos com a economia brasileira se arrastando, mas ou menos como o xaxado. A verdade é que arrastava só um pé, porque se levantasse gastava muita energia. (A conseqüência) só veio aparecer em 2001, quando o país, potente, vendido com galhardia em vários países do mundo, foi vítima de um apagão, que pouca gente esperava - disse Lula.O presidente afirmou que o Brasil vai fazer uma opção para as próximas décadas de desenvolvimento, educação e distribuição de renda, porque só o crescimento não resolve o problema do país. Lula disse que, se o Brasil demonstrar fragilidade no setor energético, ninguém vai investir no país.- Na hora em que colocarmos aos olhos do mundo nas multipossibilidades que oferecemos, estaremos passando para o mundo a certeza de que o governo, os empresários e o povo brasileiro estão levando este país a sério, e quando levarmos este país a sério, não há por que os outros também não levarem. Quem conhece investidor estrangeiro, o capital estrangeiro circulante no mundo, sabe que ninguém coloca a mão em cumbuca, ninguém investe para perder - afirmou Lula.

Mais Sobre Política - Nacional

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

Bolsonaro anuncia o general Fernando Azevedo e Silva para a Defesa

A pasta seria ocupada inicialmente pelo general Augusto Heleno

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

Projeto de Mariana Carvalho isenta motorista de novos exames dentro da validade da CNH

O exame tem validade de cinco anos para condutores com menos de 65 anos.