Sábado, 13 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que oposição quer agora o 'filé mingon', o país arrumado


Cristiane Jungblut - (Agência O Globo) BRASÍLIA - No discurso que fez na noite ontem na inauguração do seu comitê central de campanha, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse que tem orgulho de seu passado e de seu governo e que a oposição vai ter que lutar muito para tirá-lo do governo. - Se nós, na hora em que estávamos roendo o osso, fizemos tudo isso fizemos, agora que o Brasil está ajeitadinho, ajeitadinho, eles querem comer o filé mingon que colocamos na mesa! Não! Vão ter que roer o osso, como fizemos - disse. Dirigindo-se à militância, disse que tem tudo para ganhar a eleição, mas alertou que o processo ainda não terminou e ele ainda não ganhou. E voltou a atacar a oposição: - Não vamos permitir que destruam o que fizemos em quatro anos. Eles tiveram oportunidade de fazer por 500 anos. E nós só tivemos quatro anos! Com mais quatro anos vamos fazer infinitamente mais. Ainda no discurso defendeu o programa Bolsa Família, dizendo que não é esmola, como dizem seus opositores, e reconheceu que os bancos tiveram grandes lucros em seu governo. - Banqueiros não tinham motivo por estarem contra o governo, porque ganharam dinheiro. Mas eu sempre disse que prefiro isso do que ter que fazer um Proer - disse, numa referência ao programa do governo FErnando Henrique de socorro a instituições financeiras. O presidente aproveitou para reclamar do preconceito que sofre, ressaltando que as empresas, como os bancos, também ganharam muito em seu governo. E que, mesmo assim, têm preconceito contra ele. - As empresas brasileiras também ganharam como poucas vezes na história, então não têm razão para estarem com raiva e preconceito. É questão preconceituosa. Eles (a oposição) imaginavam que a volta deles seria um passeio, porque eu seria incompetente e que o povo estaria nas ruas clamando a volta deles. Mas o que eles não sabiam é que quem chegou à Presidência não era um marinheiro de primeira viagem - discursou Lula. Em mais uma referência à relação de seu governo com os países africanos, Lula afirmou: - Visitei 17 países da África. O que nós devemos a eles? Nossa cultura, nossa beleza, nossa feiúra, nossa qualquer coisa.

Gente de OpiniãoSábado, 13 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Sábado, 13 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)