Porto Velho (RO) terça-feira, 23 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que não gosta de rótulos e que, às vezes, se sente sozinho


Cristiane Jungblut - Agência O GloboBRASÍLIA - Durante café de final de ano com jornalistas, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse não gosta de rotular suas posições políticas como sendo de esquerda ou de direta. Em seguida, Lula disse seu governo não é de esquerda e sim resultado de uma correlação de forças da sociedade.- Quando eu tinha 40 anos de idade, nunca fiz questão de carimbar na minha testa o que eu era. Se você perguntar para mim se eu sou de esquerda ou de direita, vou dizer: sou torneiro mecânico de profissão e católico por opção religiosa, e corintiano por opção futebolística. Eu acho que, se ser de esquerda é defender as coisas que eu defendo na área social, sou de esquerda. Mas o governo não é um governo de esquerda. O governo é um governo que governa em função da correlação de força política na sociedade, com forte inclinação para atendimento das demandas sociais, que é para isso que o povo me elegeu - disse Lula, brincando:- Prefiro que você diga o que eu sou.Lula disse ainda que às vezes se sente sozinho em Brasília, permanecendo apenas ele e dona Marisa. O presidente contou um pouco de sua rotina. Pela primeira vez, relevou que perdeu 15 quilos desde o começo do governo e hoje pesa 83 quilos.

Mais Sobre Política - Nacional

Revogação do Estatuto do Desarmamento na pauta de Maia

Revogação do Estatuto do Desarmamento na pauta de Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, vai colocar em votação após as eleições projeto que revoga o Estatuto do Desarmamento; a pauta fac

Brasil perdeu mais de 40 mil leitos do SUS nos últimos dez anos

Brasil perdeu mais de 40 mil leitos do SUS nos últimos dez anos

Estudo da CNM aponta ainda crescimento de leitos na rede privada

Cooperação entre TJRO e CNJ permite o uso de inteligência artificial desenvolvida pelo tribunal de RO

Cooperação entre TJRO e CNJ permite o uso de inteligência artificial desenvolvida pelo tribunal de RO

Técnicos do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) vão desenvolver soluções de inteligência artificial que res