Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que não fará 'salada de frutas' na composição do governo


Luiza Damé - Agência O Globo BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira que não tem pressa para montar a equipe do segundo mandato, mas indicou que o PT poderá perder espaço na nova composição do governo. Ele argumentou que o partido já tem o cargo mais importante no governo, que é o de presidente da República. Lula disse ainda que o governo será composto de forma diferente no segundo mandato, mas garantiu que não vai fazer uma 'salada de frutas'. - Não estou discutindo isso porque o governo será composto de forma diferente. Não faremos uma partilha, uma salada de frutas. Eu quero construir uma aliança com os partidos políticos. O que importa são as políticas públicas que o governo vai colocar em prática. O PT vai ter a participação no governo que tenha o tamanho do PT. Aliás, o PT já tem o cargo mais importante do governo, que é o de presidente da República. Já é uma boa representação - afirmou. O presidente disse que há muita ansiedade na imprensa, e que sua decisão não será influenciada por notícias sobre eventuais trocas de ministro. Lula também não descartou a possibilidade de renúncia coletiva de ministros, como defende a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff. - Estou acompanhando a imprensa e há uma inquietude com a questão do Ministério. Eu ainda não pensei em um único nome. Nem quem fica nem quem vai entrar. Estou muito tranqüilo. Temos dois meses ainda de mandato para cumprir. O novo mandato vai começar no dia 1º de janeiro. Na hora que eu tomar a decisão vocês vão saber. Vai ter momento para tudo. Não vão ser as manchetes e as notícias de que sai fulano e entra beltrano que vão me fazer tirar ou colocar ministro. Tenho todo o tempo do mundo e vou fazer isso com a tranqüilidade de quem precisa acertar. O presidente disse que sua prioridade neste momento são os projetos de infra-estrutura, e que pretende anunciar medidas nessa área até o fim deste mês, o mais tardar no início de dezembro. - Estou pensando agora. Estou trabalhando todo santo dia, me reunindo com ministros para ver a questão da infra-estturutra, onde está a dificuldade, onde temos problemas de licenciamento prévio, onde temos problemas de recursos, porque quero anunciar medidas de infra-estrutura ainda este mês, o mais tarde no começo de dezembro.

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)