Porto Velho (RO) domingo, 5 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lula diz que já foi enganado na política, mas o povo nunca o abandonou


Agência O Globo BRASÍLIA - Em discurso no parlatório do Palácio do Planalto, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta segunda-feira que vai continuar governando ouvindo a sociedade e todas as forças políticas do país. Segundo ele, os mais pobres precisam continuar sendo recebidos no Palácio do Planalto, como os catadores de papel, e não só os ricos. O presidente disse ainda que já foi enganado algumas vezes na política, mas que nunca o povo o abandonou. - Eu, na política, já fui enganado muitas vezes, já vi muitas vezes as pessoas próximas da gente desaparecer. Desde quando comecei no momento sindical, em 1969, em nenhum momento difícil da minha história esse povo faltou com seu companheirismo, assumindo às vezes aquilo que não podíamos fazer - disse. Lula disse que os próximos quatro anos serão de trabalho duro e que aqueles que acreditaram no fracasso serão derrotados.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu