Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lei Rouanet


Prazo para direcionar doações termina dia 28;
Maioria dos empresários desconhece a legislação

Sílvio Santos

Contribuições podem ser feitas durante todo o ano, com a vantagem de que os doadores nada desembolsam, tendo apenas de escolher a entidade e/ou projeto cultural que receberá parte do Imposto de Renda recolhido ao governo.

As empresas brasileiras tributas pelo lucro real e as pessoas físicas têm até o próximo dia 28 para direcionar parte do Imposto de Renda devido a projetos culturais em todo o País, valendo-se da Lei Rouanet (Lei 8.313/91). As pessoas jurídicas podem abater até 4% do IR, enquanto as pessoas físicas têm a possibilidade de contribuir com até 6%.

A entidade ou o proponente do projeto ao qual foi encaminhado o recurso deve emitir comprovantes em favor do doador ou patrocinador, devidamente firmados em três vias. As doações poderão ser direcionadas para projetos aprovados pelo Ministério da Cultura nas seguintes áreas: Audiovisual, Livro e Leitura, Músicas e Artes Cênicas, Patrimônio, Museus e Artes Plásticas.

Mesmo com todas as facilidades de doação, o volume de recursos está aquém do potencial brasileiro. Hoje, mais de 500 mil empresas aplicam recursos próprios em projetos culturais, gerando um montante de cerca de R$ 5 bilhões anualmente, mas apenas 6% desses doadores utilizam a Lei Rouanet.

"O volume de recursos direcionados a projetos culturais poderia ser muito maior, mas a maioria dos empresários brasileiros e da própria população desconhece que pode se valer desta prerrogativa", argumenta Émerson Dátilo, diretor-presidente da Synergia, empresa de consultoria e assessoria para o Terceiro Setor. "Só uma divulgação maciça, seguida por ações de conscientização, pode reverter este quadro, a fim de que haja mais incentivo à cultura, tornando-a verdadeiramente acessível às pessoas econômica e socialmente desfavorecidas."

 

Gente de OpiniãoSábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Sábado, 25 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)