Porto Velho (RO) domingo, 12 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Lei pode dar prioridade a processos com pessoas ameaçadas


Agência O Globo BRASÍLIA - O governo enviou ao Congresso um projeto de lei que pretende acelerar a tramitação de inquéritos e processos em que haja pessoas incluídas em programas de proteção. De acordo com a proposta, o juiz deve tomar antecipadamente os depoimentos de réus, testemunhas, colaboradores e vítimas atendidas pelo programa. O projeto acresce um artigo na Lei 9.807, de 13 de julho de 1999, que estabelece normas para a organização e manutenção de programas especiais de proteção a pessoas ameaçadas. "Qualquer que seja o rito processual criminal, o juiz, após a citação, tomará antecipadamente o depoimento do réu colaborador e das pessoas protegidas pelos programas de que trata esta lei, devendo justificar a eventual impossibilidade de fazê-lo no caso concreto ou o possível prejuízo que a oitiva antecipada traria para a instrução criminal", diz o projeto.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu