Porto Velho (RO) sexta-feira, 18 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Justiça proíbe cobrança de ICMS sobre serviços de telecomunicações


Agência O GloboBRASÍLIA - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) divulgou decisão nesta quarta-feira em que proíbe a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) sobre serviços de telecomunicações como acesso, adesão, ativação e habilitação de linha ou quaisquer outros serviços suplementares ou que sejam adicionais ao processo de comunicação.O tribunal considerou que a cobrança de tais serviços fere a lei, pois estes se caracterizam como atividade-meio e não como atividade-fim da comunicação."Os atos de habilitação, cadastro de usuários e equipamentos, ativação, instalação de terminais, desligamento do aparelho, locação e outros serviços, por si só, não representam efetiva comunicação", assinalou a decisão do relator do caso, ministro Humberto Martins.A decisão do STJ anula um convênio de 1998, firmado entre o Ministério da Fazenda e as secretarias estaduais de Fazenda, que permitia a cobrança do ICMS sobre tais atividades.

Mais Sobre Política - Nacional

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

Governo de Bolsanaro vai fazer pente fino em 2 milhões de benefícios do INSS

O governo federal vai fazer uma auditoria em 2 milhões de benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que têm indícios de irregul