Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Justiça nega foro privilegiado para ex-ocupantes de cargos públicos


Agência O GloboBRASÍLIA - O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que ex-ocupantes de cargos públicos não têm direito a foro especial. A medida foi tomada após recurso apresentado pelo ex-prefeito de Cachoeiro de Itapemerim (ES), José Tasso Andrade, que pediu foro privilegiado após ser denunciado por improbidade administrativa.Andrade baseou seu pedido numa lei de 2002, que modificou o Código de Processo Penal. Segundo a lei, ex-ocupantes de cargos teriam direito a ser julgados com privilégios. Mas segundo o STJ, o Supremo Tribunal Federal (STF) já julgou inconstitucional a mudança no código, e a nova lei não teria validade."A decisão do STF resolveu completamente a controvérsia sobre a matéria. Não há foro privilegiado após o fim da função pública e não é possível estender tal foro por prerrogativa de função, aplicado em processos penais, às ações de improbidade administrativa", destacou o relator do caso no STJ, ministro Teori Zavascki.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que