Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Justiça determina que Legacy fique retido no Brasil


Evandro Éboli - Agência O GloboBRASÍLIA - O desembargador João Mariosi, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, concedeu, nesta noite, liminar que determina a retenção no Brasil do avião Legacy, envolvido no acidente com o Boeing da Gol.Os advogados decidiram recorrer ao TJ depois que a juíza Ana Maria Catarino, da 3ª Vara Cível do Distrito Federal, negou a liminar por falta do atestado de óbito de uma das vítimas. A ação foi impetrada por Bernardo da Silva Campos, que perdeu a mulher, Patrícia de Souza, no acidente.Ele mora em Brasília. Segundo o advogado Marcelo Moura, a iniciativa visa a garantir, no futuro, caso a empresa ExcelAir seja considerada culpada pelo acidente, o pagamento das indenizações aos familiares das vítimas.- Prevaleceu o bom senso. E essa decisão irá beneficiar, solidariamente, a todos os familiares das outras 153 vítimas da tragédia - disse Marcelo Moura.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO