Porto Velho (RO) segunda-feira, 20 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Juízes se presenteiam com benefício


Juízes capixabas se presenteiam com benefício(Agência O Globo)VITÓRIA - Uma liminar, expedida em junho deste ano, autoriza o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, desembargador Jorge Góes Coutinho, a pagar as chamadas férias-prêmios a juízes e desembargadores capixabas.O benefício de férias por um período de seis meses é concedido a todos os magistrados que completam dez anos de atividade. Isto significa que cada membro do Poder Judiciário beneficiado com a decisão poderá ter direito, de uma só vez ou de forma parcelada, a um montante de até R$ 132 mil a mais no contracheque, se o cálculo for feito com base no salário máximo que é pago hoje a um desembargador - R$ 22.111,25.Já o menor prêmio poderá ser pago a um juiz substituto ou de primeira entrância, que ganha R$ 12.855,00 por mês. Neste caso, o juiz receberia R$ 77.132,88 a título de férias-prêmio.No entendimento de juristas consultados pela rádio CBN Vitória, esta ação não poderia tramitar na Justiça capixaba, pelo simples fato do pedido beneficiar, direta ou indiretamente, a todos os magistrados do Espírito Santo. Para os especialistas, o Tribunal de Justiça não seria o fórum adequado. Caberia ao Supremo Tribunal Federal, conforme prevê a Constituição Federal em seu artigo 102, que prevê que o STF julgue ações que beneficiem direta ou inderetamente magistrados estaduais.Através de sua assessoria de imprensa, o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, desembargador Jorge Góes Coutinho informou que, por força de decisão judicial o tribunal estaria obrigado a pagar as férias-prêmios. O órgão garantiu também que após ser notificado da liminar, avisou ao governo do estado, que recorreu da decisão.Mas no entendimento do Tribunal de Justiça, embora o Estado tenha recorrido da decisão, a liminar expedida em primeira instância continua válida até julgamento do recurso.

Mais Sobre Política - Nacional

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

Do Pato Donald ao caos financeiro, Abril fecha revistas, demite 800 e entra em decadência

BLOG NOCAUTECom informações do Poder 360A Editora Abril, que já foi a maior do Brasil, acumulou dívidas de cerca de R$ 1,6 bilhão. Só na semana passad

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

Engenharia do caos: 27 milhões sem trabalho

O jornalista e escritor Palmério Dória denuncia em seu Twitter o cinismo escancarado do Grupo Globo em omitir o que ele chama de 'engenharia do caos';

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di