Porto Velho (RO) domingo, 22 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Jobim visita postos de fronteira na Amazônia


Jobim visita postos da fronteira na Amazônia para elaborar plano estratégico de defesa nacional
O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou que sua visita aos postos fronteiriços do Comando Militar da Amazônia (CMA), que começou ontem (12), servirá de subsídio à elaboração de um plano estratégico de defesa nacional.
"A partir da visita, vamos estabelecer um plano estratégico, a fim de fazer com que a Amazônia esteja inserida no processo de desenvolvimento, junto ao plano de defesa", afirmou Jobim no primeiro dos sete dias em que ele percorrerá a região, visitando 20 localidades.
Nos três primeiros dias, a convite de Jobim, também integram o grupo a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, o secretário-executivo do Ministério Fazenda, Nelson Machado, e cinco ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ).
Segundo o ministro Jobim, uma das razões da viagem é "fazer uma análise in loco" da real situação da região. "A Amazônia é um dos elementos importantes do plano estratégico de defesa nacional que o presidente [Luiz Inácio Lula da Silva] determinou [que seja criado]".
O ministro da Defesa adiantou que o plano deverá ser concluído até setembro do próximo ano. "No entanto, haverá medidas intercorrentes no sentido que formos percebendo [a necessidade]. Estamos fazendo um levantamento global e já nos reunimos com cada uma das Forças Armadas, isoladamente, para definir as suas necessidades, as tarefas e os objetivos a serem desenvolvidos e os equipamentos que forem ajustados", informou.
Jobim visita postos de fronteira na Amazônia - Gente de OpiniãoEle defendeu a soberania do país sobre a Amazônia. "Nós é que vamos cuidar da Amazônia. Embora seja uma questão mundial, quem decide a forma de condução da floresta são os brasileiros. Não precisamos de recomendações. Os brasileiros sabem cuidar do que é seu", afirmou.
O ministro também chamou a atenção para a importância do país compreender que os povos indígenas integram o Brasil e que "embora de etnias distintas, também são brasileiros".
Jobim não descartou a necessidade de uma revisão dos atuais critérios de fiscalização das reservas indígenas. "Eu acho que há uma confusão muito grande. Lembrem-se que terras indígenas, mesmo em região de fronteira, estão sujeitas às regras [de fiscalização] fronteiriças. Não há que se pensar que terra indígena seja distinta do território nacional. É um elemento nacional, tanto que é de propriedade da União. De usufruto exclusivo das tribos indígenas, mas que tem de ser tratada como terra da União".
Perguntado sobre a atuação de organizações não-governamentais (ONGs) na região, Jobim disse que é necessário examinar a questão. "Precisamos examinar. Temos de ter ONGs de toda a natureza. Ou seja, aquelas que colaboram efetivamente com o Estado e aquelas que eventualmente pretendem fazer outras coisas. Nós vamos levantar tudo".  
Fonte:
Alex Rodrigues  - Agência Brasil - Foto: Antonio Cruz ABr

Mais Sobre Política - Nacional

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç