Porto Velho (RO) sábado, 11 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

'JN' mostra imagens do radar na hora da tragédia com Boeing da Gol e jatinho Legacy


Agência O Globo RIO - O Jornal Nacional teve acesso, com exclusividade, a imagens dos radares da Aeronáutica na hora do acidente entre o Boeing da Gol e o jatinho Legacy. Os centros de controle do tráfego aéreo de Manaus e de Brasília registraram o momento exato do choque entre as duas aeronaves. A reportagem mostrou a sala do controle de tráfego aéreo do Cindacta 1 de Brasília, onde são monitorados todos os aviões que sobrevoam as regiões Sudeste e Centro-Oeste. São cerca de 2,6 mil vôos por dia. Era naquele local que os controladores de vôo monitoravam o Boeing da Gol e o jato executivo Legacy, que colidiram em setembro do ano passado. Imagens foram obtidas com exclusividade pelo Jornal Nacional. São as telas dos radares do Cindacta de Brasília e de Manaus no dia do acidente. Na tela, o Legacy é identificado por uma seqüência de números: a etiqueta que mostra o prefixo do avião, a altitude, 37 mil pés, a velocidade e a localização do jato. Ao se aproximar de Brasília, o transponder - equipamento anticolisão - funciona perfeitamente. O sinal na tela é um círculo que aparece em volta do avião. O Legacy está na altitude determinada pelo plano de vôo: a 37 mil pés. Segundo a aeronáutica, às 15h55, uma hora e dois minutos antes do acidente, o radar mandou o primeiro aviso para o controlador: o jato deveria descer de nível, passar para 36 mil pés. O segundo alerta veio logo depois: uma interrogação aparece na tela. É como se o computador estivesse perguntando se o avião deveria mesmo estar naquela altitude. O terceiro aviso de que algo estava errado com o Legacy: o sinal do transponder desaparece do radar. A letra 'Z' na tela significa que a altitude do Legacy não é confiável. Em poucos minutos ela varia mais de 3 mil pés. O sinal do Legacy fica intermitente. Some e reaparece várias vezes no radar, até desaparecer completamente. O Boeing da Gol é um código registrado na tela do Cindacta 4, de Manaus. Às 16h57, o radar registra o momento em que o Boeing da Gol é atingido. Um traço verde indica a colisão. Neste instante, não há nenhum sinal do Legacy no radar. Ele só reaparece minutos depois, com o círculo em volta, o que indica que o transporder voltou a funcionar. O acidente matou 154 pessoas. Duas CPIs foram criadas no Congresso para investigar a crise que começou no setor depois da tragédia. Segundo a Aeronáutica, quando o comando do vôo foi transferido para a torre de controle de Manaus, o controlador de Brasília afirmou que o Legacy estava a 36 mil pés de altitude, informação desmentida pelo radar. Para a Polícia Federal, que já conclui a investigação, a responsabilidade pelo acidente deve ser dividida entre os controladores de Brasília e os pilotos americanos do jato Legacy. Para o chefe do Cindacta de Brasília, as telas comprovam que não houve falha nos equipamentos de controle de trafego aéreo na hora do acidente. "Não houve falha nem de comunicação, nem de visualização. No dia seguinte foram feitos testes, nossas aeronaves voaram, no mesmo dia havia aeronaves voando próximas ao local do acidente que estavam sendo detectadas pelo radar secundário e estavam em comunicação direta com o nosso centro de controle", afirmou o coronel Eduardo Raulino Santos. Este sábado, parentes das vítimas do acidente da Gol receberam pertences dos passageiros que estavam no vôo. Roupas, bolsas, sapatos e outros objetos pessoais que foram encontrados no local do acidente e que ainda não tinham sido identificados.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu