Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Política - Nacional

JN: hipótese de sabotagem ainda não foi descartada


Agência O Globo RIO - O serviço de inteligência da Aeronáutica, que participa das investigações sobre as causas da pane desta terça-feira no sistema de transmissão e recepção de rádio que permite a comunicação entre controladores e pilotos, não descarta a hipótese de que tenha havido um tipo de sabotagem por meio eletrônico. Na pane de terça, as 20 freqüências de rádio operadas por Brasília falharam: as de uso civil e as de uso militar, usadas na defesa aérea do país. É incomum que a falha aconteça no equipamento titular e no reserva como ocorreu. O presidente do Sindicato de Proteção ao Vôo, Jorge Botelho, nega a possibilidade de sabotagem. - Nós não faríamos uma atitude criminosa contra nós mesmos e contra a população. Afinal, quando há uma pane, um caos, um problema aéreo ou uma falha, quem tem que resolver o problema somos nós - justificou Botelho. O ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, reconheceu que a crise atinge o governo. - É preferível, eventualmente, sofrer algum tipo de desgaste político mas não ameaçar esse valor fundamental que é a vida e a segurança dos passageiros - disse o ministro. Foram criadas comissões na Câmara e no Senado para acompanhar a condução da crise junto ao Ministério da Defesa e ao comando da Aeronáutica. - O país está em pânico e precisamos de uma solução - disse o presidente do Senado, senador Renan Calheiros, do PMDB-AL. O presidente da Câmara, deputado Aldo Rebelo do PCdoB-SP, cobrou uma solução para a crise. - O governo deve adotar medidas drásticas para enfrentar a crise porque o país não pode pagar e nem sustentar uma situação que gera, não apenas o desconforto, mas o prejuízo e a insegurança - afirmou o deputado. O presidente da Agência de Aviação Civil (Anac), Milton Zuannazzi, disse que a crise só vai passar quando o governo der uma solução às reivindicações dos controladores. - Agora, nós precisamos resolver esse problema. Tudo leva a crer que não é uma questão meramente de recurso, é uma questão de reivindicação que nós precisamos ver como atendê-la - disse Zuannazzi.

Gente de OpiniãoQuinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

STF tem maioria para determinar recálculo de cadeiras na Câmara dos Deputados

O Supremo Tribunal Federal (STF) formou nesta sexta-feira (25) maioria de votos para determinar que a Câmara dos Deputados faça a redistribuição do

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

Governo Federal se compromete a incluir plano de carreira da ANM na LOA 2024

O Sindicato Nacional dos Servidores das Agências Nacionais de Regulação (SInagências) conseguiu uma solução direta do governo após intensa articulaç

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

Deputado estadual Pedro Fernandes será o relator da CPI das Reservas em Rondônia

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Reservas foi instaurada em Rondônia para investigar possíveis irregularidades nos processos de criação

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Ministro Paulo Pimenta trata sobre parceria entre Rede IFES de Comunicação Pública, Educativa e de Divulgação científica com a EBC e o Governo Federal

Na tarde dessa segunda-feira (06), o ministro-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (SECOM), Paulo Pimenta, esteve r

Gente de Opinião Quinta-feira, 30 de maio de 2024 | Porto Velho (RO)