Porto Velho (RO) quinta-feira, 15 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Investigações sobre queda do Boeing devem ser concluídas pela PF


Bernardo de la Peña, AGência O GloboCUIABÁ - As investigações sobre a queda do Boeing da Gol, que provocou a morte de 155 pessoas, devem ser conduzidas mesmo pela Polícia Federal. Nesta quinta-feira, o delegado federal Renato Sayão, designado pela PF para cuidar do caso, reuniu-se com as autoridades de segurança estaduais para tratar do assunto. Os delegados da Polícia Civil que cuidam do caso acertaram com Sayão que deverá ser apresentado um recurso à Justiça de Peixoto de Azevedo, município no qual caiu o avião, para que o caso seja transferido para a Justiça Federal.A PF vai pedir todas as perícias feitas pela Aeronáutica e pela Agência Nacional de Aviação Civil sobre o caso, além de todos os documentos obtidos na investigação que vem sendo conduzida pela Polícia Civil do Mato Grosso. O primeiro passo do delegado Sayão deve ser ouvir na semana que vem, em Brasília, os controladores de vôo que trabalhavam na tarde de sexta-feira no centro de controle aéreo de Brasília.A PF investiga a conduta dos americanos Joseph Lepore e Jan Paul Palladino, piloto e co-piloto do jato Legacy 600 da Embraer que bateu no Boeing da Gol. Os policiais querem saber por que o jato voava a 37 mil pés, mesma altitude usada na rota pelo avião da Gol, e se os equipamentos de segurança, como o Transponder, que serve para identificar o avião no radar e faz parte do sistema anticolisão da aeronave, estavam ligados e funcionando regularmente.Para a Polícia Civil matogrossense, que conduzia as investigações criminais do caso até ser instaurado na quarta-feira um inquérito na PF, a principal hipótese para explicar o acidente seria a de ter ocorrido falha humana. Os policiais só não sabem ainda de quem seria a responsabilidade, se dos pilotos ou dos controladores de vôo.

Mais Sobre Política - Nacional

 JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

JUSTIÇA SUÍÇA APONTA R$ 43,2 MILHÕES EM FINANCIAMENTO ILEGAL DE SERRA

Dinheiro para financiar a campanha presidencial do PSDB

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

Jair Bolsonaro diz que programa Mais Médicos não será suspenso

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse ontem (14) que manterá o programa Mais Médicos e vai substituir os cerca de 8.500 profissionais cubanos p

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

JUÍZA SUBSTITUTA DE MORO NEGA PEDIDO DE LULA PARA SER INTERROGADO DE NOVO

A juíza federal substituta Gabriela Hardt negou, nesta terça-feira (13), o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que ele