Porto Velho (RO) domingo, 24 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Investigações sobre queda do Boeing devem ser concluídas pela PF


Bernardo de la Peña, AGência O GloboCUIABÁ - As investigações sobre a queda do Boeing da Gol, que provocou a morte de 155 pessoas, devem ser conduzidas mesmo pela Polícia Federal. Nesta quinta-feira, o delegado federal Renato Sayão, designado pela PF para cuidar do caso, reuniu-se com as autoridades de segurança estaduais para tratar do assunto. Os delegados da Polícia Civil que cuidam do caso acertaram com Sayão que deverá ser apresentado um recurso à Justiça de Peixoto de Azevedo, município no qual caiu o avião, para que o caso seja transferido para a Justiça Federal.A PF vai pedir todas as perícias feitas pela Aeronáutica e pela Agência Nacional de Aviação Civil sobre o caso, além de todos os documentos obtidos na investigação que vem sendo conduzida pela Polícia Civil do Mato Grosso. O primeiro passo do delegado Sayão deve ser ouvir na semana que vem, em Brasília, os controladores de vôo que trabalhavam na tarde de sexta-feira no centro de controle aéreo de Brasília.A PF investiga a conduta dos americanos Joseph Lepore e Jan Paul Palladino, piloto e co-piloto do jato Legacy 600 da Embraer que bateu no Boeing da Gol. Os policiais querem saber por que o jato voava a 37 mil pés, mesma altitude usada na rota pelo avião da Gol, e se os equipamentos de segurança, como o Transponder, que serve para identificar o avião no radar e faz parte do sistema anticolisão da aeronave, estavam ligados e funcionando regularmente.Para a Polícia Civil matogrossense, que conduzia as investigações criminais do caso até ser instaurado na quarta-feira um inquérito na PF, a principal hipótese para explicar o acidente seria a de ter ocorrido falha humana. Os policiais só não sabem ainda de quem seria a responsabilidade, se dos pilotos ou dos controladores de vôo.

Mais Sobre Política - Nacional

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

Câmara dos Deputados: CCJC aprova projeto de política nacional de prevenção ao suicídio

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO), informou que Câmara dos Deputados, por meio da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC)

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO