Porto Velho (RO) sábado, 19 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Investigação da Aeronáutica diz que piloto da Varig descumpriu ordem do controle


Agência O GloboBRASÍLIA - A Aeronáutica divulgou nota nesta quarta-feira para explicar um incidente entre um vôo da Varig e uma aeronave da Força Aérea Brasiliera (FAB) no aeroporto Santos Dumont, no Rio. Segundo a nota, não houve risco de choque porque a Aeronave da FAB "manteve durante toda a ocorrência completa visualização e separação da aeronave da Varig". A Aeronáutica diz ainda que a investigação preliminar demonstrou que o avião da Varig descumpriu ordem do controle de tráfego aéreo, o que será comunicado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Eis a nota:"Tendo em vista reportagens veiculadas no programa 'Fantástico', no último dia 24, e no 'Jornal Nacional', no dia 25, a respeito do vôo VARIG 2435, em que as informações, da forma como foram divulgadas, podem ter levado o telespectador a um entendimento errôneo dos fatos, o Comando da Aeronáutica julga importante fazer correções, no sentido de registrar o que efetivamente ocorreu.Com esse propósito e com base nos dados técnicos registrados pelos órgãos de tráfego aéreo, foi realizada uma investigação preliminar sobre o episódio ocorrido no último dia 20, quando o VARIG 2435 estava em procedimento de pouso para o Aeroporto Santos Dumont (RJ), o que já nos permite afirmar que:- Às 16h38m, a aeronave VARIG em questão cancelou o seu plano de vôo por instrumento, passando a voar sob regras de vôo visual, situação em que o piloto é o responsável por prover a sua própria separação em relação a obstáculos e demais aeronaves;- O Controle de Aproximação do Rio de Janeiro, órgão encarregado pelo gerenciamento do tráfego aéreo sobre a cidade do Rio de Janeiro, informou que o VARIG 2435 era o segundo avião para pouso no aeroporto Santos Dumont e instruiu o mesmo a descer para altura de 2.500 pés e chamar a torre de controle do aeroporto Santos Dumont para receber as instruções de pouso;- Em seguida, o VARIG 2435, desconsiderando a orientação recebida do órgão de controle, desceu abaixo da altura autorizada, aproximou-se do alinhamento do eixo de pouso da pista, ultrapassou a aeronave do GEIV (FAB 2334), que era o número um para pouso, e chamou a torre de controle. Por estar em situação não prevista, foi instruído a subir e manter 3.000 pés de altura e contactar o controle de aproximação, para coordenação;- Em razão da demora no cumprimento da orientação, a torre de controle determinou que o VARIG arremetesse (interrupção do procedimento de pouso), ascendendo para 4.000 pés de altura, voasse na direção de Maricá e chamasse o Controle de Aproximação do Rio de Janeiro, a fim de receber novas orientações;- Cumpre ressaltar que a aeronave do GEIV manteve durante toda a ocorrência completa visualização e separação da aeronave da VARIG;- O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) prosseguirá no processo de investigação da referida ocorrência, devendo emitir à ANAC, o mais rápido possível, a Ficha de Comunicação de Infração de Tráfego Aéreo do VARIG 2435.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que