Porto Velho (RO) terça-feira, 20 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Institutos vão ter que se explicar, diz Jaques Wagner


Heliana Frazão - Allan Caldas - Agência O GloboRIO - Responsável por uma das principais viradas nas eleições deste ano, o petista Jaques Wagner disse que os institutos de pesquisa precisarão agora explicar sua vitória em primeiro turno para o governo da Bahia. O candidato chegou ao pleito com cerca de 40% de intenções de voto, enquanto seu adversário, o governador Paulo Souto (PFL), era tido como favorito para vencer já neste domingo, sem necessidade de segundo turno. No fim da apuração, a situação se inverteu: Wagner teve 53% dos votos válidos, contra 42% do pefelista.- Não quero fazer nenhum juízo de valor, mas os institutos vão ter que se explicar. Eles vão ter de dizer se estavam mentindo ou se estavam vendidos - disparou o petista tão logo foi confirmada sua vitória. Na opinião do cientista político Geraldo Tadeu Monteiro, do Instituto Brasileiro de Política Social, diferenças radicais entre as pesquisas na reta final e o resultado nas urnas podem ser reflexo de um cenário político marcado por denúncias e escândalos.- Acredito que o eleitor, talvez levado pela descrença, deixou para decidir seu voto na última hora - opinou.Dizendo-se 'muito feliz' com o triunfo, Jaques Wagner afirmou que sua eleição era também uma vitória do povo da Bahia. O petista atribuiu parte da responsabilidade por sua chegada ao Palácio da Ondina ao 'carinho que os baianos têm' pelo presidente Lula, candidato à reeleição. - Pelo fato de nós dois trafegarmos numa mesma caminhada, defendermos um mesmo projeto de governo, que está em ascensão, e por sermos do mesmo partido - declarou.Wagner também ironizou seu principal adversário na corrida eleitoral. Para ele, Paulo Souto, apoiado pelo senador Antônio Carlos Magalhães, está 'pagando o preço pela falta de ousadia ou de coragem de trilhar um caminho próprio'.Abatido com a perda da eleição, Souto afirmou que 'na política, é preciso estar preparado tanto para as vitórias quanto para as derrotas'.

Mais Sobre Política - Nacional

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Justiça partidária condena PT em Curitiba e blinda PSDB em São Paulo

Implacável para condenar lideranças do PT na República de Curitiba, a Justiça brasileira não mostra o mesmo furor para investigar e julgar os tucanões

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

FGTS: Anúncio sobre saques fica para a próxima semana, diz Onyx

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que o anúncio da liberação de saques das contas ativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviç

A solução no Brasil passa por amenizar o atual estágio de “é de direita sou contra” x “se for de esquerda estou contra”

A solução no Brasil passa por amenizar o atual estágio de “é de direita sou contra” x “se for de esquerda estou contra”

A sociedade brasileira vive um processo de antagonismo e radicalização política sem precedentes na história. O radicalismo é tão intenso que beira ao

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

REFORMA DA PREVIDÊNCIA: "Proposta do relator sobre aposentadoria dos professores ainda não é justa", diz Jaqueline Cassol

A deputada federal Jaqueline Cassol (PP-RO) criticou a proposta do relator da Reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), no que diz