Porto Velho (RO) quinta-feira, 28 de maio de 2020
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Ibope: pesquisa mostra que horário eleitoral não alterou desempenho de candidatos


Agência O Globo RIO - A nova pesquisa Ibope/TV Globo, divulgada nesta sexta-feira, mostra que o horário eleitoral não teve impacto nas intenções de votos dos candidatos a presidente. De acordo com a pesquisa, os índices dos três candidatos que estão na frente da disputa continuam iguais. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O Ibope confirma que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje. Lula aparece nesta pesquisa com 47%, 26 pontos percentuais a mais que o segundo colocado, o candidato a presidente pelo PSDB, Geraldo Alckmin, que tem 21% das intenções de votos. Lula, que em julho tinha 44% das intenções de votos, subiu para 46% no dia 4 de agosto e manteve o mesmo índice na pesquisa divulgada no dia 10 de agosto, subiu para 47%. Geraldo Alckmin, que na pesquisa publicada em julho aparecia com 27% das intenções de votos, caiu no mês de agosto. Na pesquisa divulgada no dia 4 ele tinha 25% das intenções, caiu para 21% em 10 de agosto e manteve o mesmo índice nesta pesquisa. A candidata do PSOL, Heloísa Helena, que em julho aparecia com 8% e subiu na pesquisa divulgada no dia 4 de agosto para 11%, manteve nesta pesquisa os mesmos 12% que aparecia na pesquisa publicada no dia 10 de agosto. Cristovam Buarque (PDT), Luciano Bivar (PSL) e José Maria Eymael (PSDC) aparecem com 1% das intenções de voto. O candidato Rui Costa Pimenta (PCO), que teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta semana, não pontuou. Votos brancos e nulos somaram 8%, e não souberam, ou não opinaram, 9%. O Ibope também simulou um segundo turno entre Lula e Alckmin. Se a eleição fosse hoje, o candidato do PT venceria com 53% das intenções de votos, 21 pontos percentuais a mais que o candidato tucano, que aparece com 32% das intenções de votos. Em julho, Lula tinha 48% das intenções, subiu para 50% na pesquisa realizada em 4 de agosto, foi para 51 na pesquisa realizada no dia 10 de agosto, e agora aparece com 53%. Já o candidato do PSDB caiu. Em julho Alckmin tinha 39%, caiu para 36% no dia 4 de agosto, foi para 33% no dia 10, e agora está com 32%. O Ibope também pesquisou a aprovação do governo Lula. A pesquisa revelou que ela se manteve estável. A pesquisa do Ibope, registrada no TSE sob o número 132290/2006, foi realizada entre os dias 15 e 17 de agosto, e falou com 2002 pessoas de 140 municípiosIbope: pesquisa mostra que horário eleitoral não alterou desempenho de candidatos O Globo Online RIO - A nova pesquisa Ibope/TV Globo, divulgada nesta sexta-feira, mostra que o horário eleitoral não teve impacto nas intenções de votos dos candidatos a presidente. De acordo com a pesquisa, os índices dos três candidatos que estão na frente da disputa continuam iguais. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O Ibope confirma que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, venceria no primeiro turno se a eleição fosse hoje. Lula aparece nesta pesquisa com 47%, 26 pontos percentuais a mais que o segundo colocado, o candidato a presidente pelo PSDB, Geraldo Alckmin, que tem 21% das intenções de votos. Lula, que em julho tinha 44% das intenções de votos, subiu para 46% no dia 4 de agosto e manteve o mesmo índice na pesquisa divulgada no dia 10 de agosto, subiu para 47%. Geraldo Alckmin, que na pesquisa publicada em julho aparecia com 27% das intenções de votos, caiu no mês de agosto. Na pesquisa divulgada no dia 4 ele tinha 25% das intenções, caiu para 21% em 10 de agosto e manteve o mesmo índice nesta pesquisa. A candidata do PSOL, Heloísa Helena, que em julho aparecia com 8% e subiu na pesquisa divulgada no dia 4 de agosto para 11%, manteve nesta pesquisa os mesmos 12% que aparecia na pesquisa publicada no dia 10 de agosto. Cristovam Buarque (PDT), Luciano Bivar (PSL) e José Maria Eymael (PSDC) aparecem com 1% das intenções de voto. O candidato Rui Costa Pimenta (PCO), que teve sua candidatura impugnada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta semana, não pontuou. Votos brancos e nulos somaram 8%, e não souberam, ou não opinaram, 9%. O Ibope também simulou um segundo turno entre Lula e Alckmin. Se a eleição fosse hoje, o candidato do PT venceria com 53% das intenções de votos, 21 pontos percentuais a mais que o candidato tucano, que aparece com 32% das intenções de votos. Em julho, Lula tinha 48% das intenções, subiu para 50% na pesquisa realizada em 4 de agosto, foi para 51 na pesquisa realizada no dia 10 de agosto, e agora aparece com 53%. Já o candidato do PSDB caiu. Em julho Alckmin tinha 39%, caiu para 36% no dia 4 de agosto, foi para 33% no dia 10, e agora está com 32%. O Ibope também pesquisou a aprovação do governo Lula. A pesquisa revelou que ela se manteve estável. A pesquisa do Ibope, registrada no TSE sob o número 132290/2006, foi realizada entre os dias 15 e 17 de agosto, e falou com 2002 pessoas de 140 municípios.

Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu