Porto Velho (RO) sexta-feira, 17 de agosto de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

IBGE: taxa de analfabetismo é comparável à da África do Sul


Mariza Louven, Agência O GloboRIO - A desigualdade de acesso à escola permanece e é acentuada entre os jovens, segundo Síntese de Indicadores Sociais divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).Em 2005, a freqüência escolar estava praticamente universalizada em todo o país, na faixa etária de 7 a 15 anos. Já entre as pessoas com 15 anos ou mais de idade, a taxa era de 11% em 2005.Apesar de representar um recuo de 4,7% frente a 1995 e uma fantástica redução em relação à década de 50 (50,5%), este resultado ainda é comparável ao da África do Sul, onde o analfabetismo entre as pessoas com 15 anos ou mais de idade era de 12,9% em 2005.- Entre os países que pesquisamos, a África do Sul é o mais semelhante ao Brasil neste indicador.A Coréia foi o que obteve melhores resultados: conseguiu uma queda sensacional para 1,6% em 2005 - afirmou a gerente de Indicadores Sociais do IBGE, Ana Lúcia Sabóia.

Mais Sobre Política - Nacional

 Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

Moro age como se fosse autoridade superior, diz Favreto no CNJ

O desembargador do TRF-4 Rogério Fraveto, que em 8 de julho determinou a soltura do ex-presidente Lula, decisão que não foi cumprida, disse, em sua de

Grupo Abril pede recuperação judicial

Grupo Abril pede recuperação judicial

O grupo Abril entrou com um pedido recuperação judicial nesta quarta-feira (15); plano de recuperação judicial será mostrado aos credores em até 60 di

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Sonegação de R$ 26 bi do Itaú vai a julgamento. É a maior da história

Está revogada a decisão do Carf que havia livrado o banco de pagamento de multa de R$ 26 bilhões por sonegação de impostos; é a maior da história...

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários se manifestam em Brasília em defesa de bancos públicos

Bancários protestam contra as resoluções da Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da Uni