Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de outubro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

IBGE: Comércio deve manter tendência de crescimento em 2007


Agência O GloboRIO - As vendas do comércio varejista devem seguir em crescimento em 2007, prevê o técnico da Coordenação de Comércio e Serviços do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Reinaldo Pereira.-A tendência é de crescimento porque a conjuntura econômica está estável, não há nenhum movimento diferente para 2007 em relação a 2006, afirmou.Na avaliação do técnico, os fatores que contribuíram para o aumento do consumo interno nos últimos anos devem ser mantidos, como o aumento da massa salarial e da renda real, o crédito farto e a inflação baixa.-A atividade de comércio vem crescendo, dada à estabilidade da economia, completou.De acordo com os técnicos do IBGE, a queima dos estoques de final de ano contribuiu para a recuperação das vendas do comércio varejista no país em janeiro. No primeiro mês de 2007, o comércio registrou alta de 1,8% em seu volume de vendas em relação ao mês anterior, já descontadas as influências sazonais, após retração de 0,2% em dezembro. Na comparação com o mesmo mês de 2006, o setor apresentou expansão de 8,5%, elevação mais expressiva para um mês de janeiro desde 2001, quando foi iniciada a pesquisa. Em 12 meses, a alta apurada foi de 6,3%.O técnico do IBGE, Reinado Pereira, notou que as condições que têm estimulado o consumo - massa salarial e renda real em alta, juros em queda, inflação baixa, oferta de crédito em expansão e estabilidade no nível de emprego - foram mantidas no primeiro mês de 2007.-O quadro macroeconômico favorável não se modificou. Houve uma queima de estoques, principalmente nos bens duráveis, disse.DestaquesO segmento de móveis e eletrodomésticos foi o destaque de janeiro. Impulsionadas por promoções, suas vendas cresceram 17,5% em relação a dezembro. Além do setor de móveis e eletrodomésticos, em janeiro, cresceram as vendas de tecidos, vestuário e calçados, hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo. O setor de hipermercados, favorecido pela alta na massa de salários, verificou acréscimo de 1,7% de vendas no mesmo tipo de comparação. Os combustíveis e lubrificantes registraram aumento de 2,7%, com a estabilidade dos preços do segmento. Já o segmento de tecidos e vestuário apresentou incremento de 3,1%.A receita nominal de vendas subiu 2% na passagem de dezembro último para janeiro deste ano e registrou acréscimo de 8,3% no confronto com o mês inicial do exercício anterior. Em 12 meses, viu-se acréscimo de 7,2%.-Com os crescimentos de 1,8% e de 2,0% em janeiro, o comércio varejista voltou a registrar resultado positivo em relação ao mês imediatamente anterior, mantendo a tendência de crescimento observada pela evolução da média móvel trimestral, destacou o IBGE na Pesquisa Mensal de Comércio (PMC).O comércio varejista ampliado, que inclui o segmento de veículos, motos, partes e peças e material de construção, apurou expansão de 10,2% no volume de vendas perante janeiro de 2006. Levando em conta essa mesma base, a receita nominal subiu 9,6%. Em 12 meses, verificou-se aumento de 6,9% e 7,7%, na ordem.Também para o economista do HSBC Bank Brasil, Luis Cezário, de forma geral, prossegue a trajetória de crescimento robusto do varejo.

Mais Sobre Política - Nacional

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Para Marcos Rogério, Sínodo da Amazônia não pode ser uma reunião política e ideológica

O senador Marcos Rogério (DEM-RO) pediu nesta segunda-feira (14/10) cautela aos participantes do Sínodo da Amazônia, realizado no Vaticano. Para o p

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

Governo Federal retoma projeto para erguer hidrelétricas no Norte

 Há pelo menos seis anos, setores do governo brasileiro estudam construir quatro grandes hidrelétricas, duas delas na Região Norte, uma delas em Rondô

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

Violência doméstica e familiar: agressor será obrigado a pagar todos os custos de serviços de saúde

A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta segunda-feira o PL 2438/19 de autoria da deputada Mariana Carvalho (RO) e do deputado Rafael Motta que