Porto Velho (RO) quarta-feira, 4 de agosto de 2021
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Horário de verão começa dia 19 de outubro



O presidente Lula assinou nesta terça-feira (9) o Decreto 6.558, que estabelece dias fixos para o início e o término do horário de verão. Segundo o documento presidencial, os relógios de determinadas regiões do país deverão ser adiantados em uma hora a partir de zero hora do terceiro domingo de outubro de cada ano. Por sua vez, às zero hora do terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte, os relógios deverão ser atrasados em uma hora.

Caso o término do horário de verão coincida com o domingo de carnaval, o prazo será estendido para o domingo seguinte.

Os estados das Regiões Sul, Sudeste e Centro Oeste deverão adiantar os relógios em uma hora a partir do dia 19 de outubro. O horário de verão terminará em 15 de fevereiro de 2009.

O Operador Nacional do Sistema avalia que o país economizará com o horário de verão entre 4% e 5% no consumo de energia elétrica no horário de pico.

Fonte: Congresso em Foco/Rodolfo Torres


Mais Sobre Política - Nacional

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

Mariana Carvalho defende novas medidas aprovadas pelo Congresso no enfrentamento à Covid-19

A deputada federal Mariana Carvalho (PSDB-RO) defendeu nesta quinta-feira (2) as medidas que estão sendo aprovadas pela Câmara e pelo Senado no

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

Relator revisor da MP 924 - Coronavírus, Dep Lucio Mosquini destaca liberação de 5 Bilhões para enfrentamento da crise na saúde

O deputado federal Lucio Mosquini é o relator revisor da MP 924/2020, conhecida como MP do Enfrentamento do coronavírus. O Senador Eduardo Gomes també

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Deputados federais apresentam no STF pedido de impeachment do ministro Weintraub

Rede Brasil Atual - Deputados da oposição anunciaram hoje (5) que vão apresentar denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Edu