Porto Velho (RO) quarta-feira, 21 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Hélio Costa admite ficar no ministério, caso seja convidado


Mônica Tavares - Agência O GloboBRASÍLIA - A sua permanência no cargo de ministro das Comunicações, segundo Hélio Costa, depende de decisão da liderança do seu partido, o PMDB. Mas ele disse que, sendo convidado, aceitaria ficar.O ministro afirmou ainda que o presidente Lula já deu um recado "bem claro" que este não é o momento de se falar mais na reforma ministerial.- Mas, antes do meu partido, tem a decisão do presidente da República. Cabe a ele. Se ele me pedir para continuar, eu acho que eu posso considerar, sim, pelo menos por mais um ano, porque eu acho que a implementação desse sistema de internet banda larga é muito importante. Mas estou aqui apenas cumprindo uma missão - disse Costa.O ministro contou ainda que está no cargo a convite do presidente e do PMDB. Ele tem conversado com vários companheiros de partido, mas "não tenho tido nenhuma informação se fico ou se saio, porque não é o momento".

Mais Sobre Política - Nacional

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

Sergio Moro escolhe delegados da Lava Jato para PF e departamento do MJ

O juiz federal Sergio Moro, que assumirá o Ministério da Justiça no próximo governo, confirmou hoje (20) os nomes dos delegados Maurício Valeixo pa

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

Paulo Guedes quer secretaria de privatizações para acelerar a venda de ativos

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, pretende criar uma Secretaria de Privatizações no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) par

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

Haddad vira réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro

É a primeira vez que o petista se torna réu em ação criminal

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

O presidente eleito Jair Bolsonaro diz que soberania e leis do Brasil devem ser respeitadas

Em meio a reações como a do governo cubano que decidiu suspender a parceira com o Programa Mais Médicos, o presidente eleito Jair Bolsonaro voltou a