Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Hadda visitou Lula, entrou mudo e saiu calado.


Hadda visitou Lula, entrou mudo e saiu calado. - Gente de Opinião

HADDAD NÃO ASSUMIRÁ CARGOS NO PT

Fernando Haddad entrou mudo e saiu calado de seu encontro de mais de duas horas com o ex-presidente Lula em Curitiba nesta quarta (7). Segundo a colunista Mônica Bergamo, que nos últimos meses mostrou-se muito bem informada sobre os bastidores do PT, um dos temas do encontro foi o futuro de Haddad: "Fernando Haddad não assumirá cargo no PT —nem mesmo na Fundação Perseu Abramo, como era cogitado. Ele combinou com Lula que seguirá na política, mas fora das estruturas partidárias".

O que significa a decisão de Haddad? Confirmada a notícia, qual será o papel do ex-candidato do PT, que recebeu 47 milhões de votos nas eleições. Dava-se como certo que ele assumiria a presidência da Fundação Perseu Abramo. A única certeza neste momento é que ele retomará suas aulas no Insper, uma escola de negócios da elite paulistana.

Nesta quinta, Lula recebe as visitas do deputado e líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta, e de Guilherme Boulos. Depois do encontro, ambos irão conversar com a imprensa em frente à superintendência da Polícia Federal de Curitiba, como é de praxe. Haddad rompeu a praxe.

Há uma interrogação sobre o futuro de Haddad. Dos principais candidatos derrotados nas eleições, ele é o único que está em silêncio, sem movimentar-se publicamente. Ciro, Boulos e Marina estão em plena atividade, articulando projetos de oposição a Bolsonaro. Houve uma proposta de segmentos do PT para Haddad iniciar caravanas pelo país, numa versão reduzida do que fez Lula entre 1993-1996 e recentemente entre 2017 e 2018, até sua prisão em abril, mas o assunto não teve seguimento.

Nesta quinta, Lula recebe as visitas do deputado e líder da bancada do PT na Câmara, Paulo Pimenta, e de Guilherme Boulos. Depois do encontro, ambos irão conversar com a imprensa em frente à superintendência da Polícia Federal de Curitiba, como é de praxe. Haddad rompeu a praxe e foi embora sem falar com a imprensa ou com os militantes do Acampamento Marisa Letícia, vigília permanente de solidariedade a Lula. Desde o domingo, 4 de novembro, uma semana depois da eleição, Haddad emudeceu nas redes sociais. No Facebook, deixou de estar ativo desde 31 de outubro e, no dia 4, apenas atualizou sua foto de perfil; no Twitter,  nada. 

Haddad está quieto.

Mais Sobre Política - Nacional

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Vídeo: Mariana Carvalho comemora a aprovação do seu projeto em que o agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

Projeto da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO) e do deputado Rafael Motta (PSB-RN) é aprovado no Senado Federal. O projeto determina que o agressor

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

APROVADO – Agressor terá de ressarcir SUS por custos com vítima de violência doméstica

O Plenário do Senado aprovou, nesta terça-feira (19), projeto que determina que o agressor nos casos de violência doméstica e familiar será obrigado a

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Câmara dos Deputados aprova prioridade de matrícula para filhos de mulher vítima de violência

Proposta permite ao juiz determinar a matrícula ou transferência de dependentes da mulher vítima de violência independentemente da existência de vagaO

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Mulheres são homenageadas na Câmara por se destacarem na luta por direitos

Em sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados, a Medalha Mietta Santiago foi entregue hoje (19) a cinco mulheres que se destacaram na luta por