Porto Velho (RO) quarta-feira, 23 de janeiro de 2019
×
Gente de Opinião

Política - Nacional

Governo vai construir muro debaixo da Ponte da Amizade


Agência O GloboRIO - A Receita Federal inicia a nova etapa da reforma que pretende dificultar o contrabando de mercadorias na fronteira do Brasil com o Paraguai. Um muro de aço e concreto vai ser erguido debaixo da Ponte da Amizade. A muralha terá mais de um quilômetro de extensão e uma tela metálica que vai isolar toda essa área até a margem do rio.A segunda etapa da reforma da alfândega brasileira na Ponte da Amizade vai custar R$ 5,5 milhões. Na primeira etapa da reformulação da aduana, que ficou pronta há seis meses, foram gastos R$ 7,5 milhões. A Receita Federal criou um sistema para controlar tudo o que entra no país vindo do Paraguai. Mas o investimento em prédios, equipamentos e pessoal não foi suficiente para evitar que os contrabandistas encontrassem um jeito de driblar a fiscalização. Em vários locais, eles romperam a grade de proteção que fica nas laterais da ponte. Com isso, uma velha cena passou a se repetir com freqüência.Para escapar dos fiscais, eles arremessam as mercadorias. Na beira do Rio Paraná, livre de qualquer controle, carregadores usam trilhas abertas no meio da vegetação para trazer ilegalmente mercadorias do Paraguai. A Receita promete enfrentar a estratégia para furar o bloqueio fiscal, com uma medida drástica.Debaixo da ponte, a Receita Federal vai erguer uma gigantesca barreira anti-contrabando. O muro vai ser semelhante aos que são usados para cercar presídios, com arames cortantes para impedir a passagem de qualquer pessoa.- A única alternativa é fechar aquela área e impedir que as mercadorias passem por ali - disse Christiane Larscher, da Receita Federal.

Mais Sobre Política - Nacional

GENTE QUE MUITO PULA

GENTE QUE MUITO PULA

É melhor ficar quieto e deixar que pensem que você talvez tenha errado do que mexer-se e tirar a dúvida

HASTA LA VISTA, BAMBINO

HASTA LA VISTA, BAMBINO

Césare Battisti buscou a proteção de Evo Morales, seu aliado de esquerda.

Jair Bolsanaro assina decreto e  pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

Jair Bolsanaro assina decreto e pessoas acima de 25 anos podem ter até 4 armas de fogo

A partir do decreto assinado pelo presidente Jair Bolsonaro hoje (15), no Palácio do Planalto, cidadãos brasileiros com mais de 25 anos poderão compra

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

O filho de Hamilton Mourão e o irmão de José Alencar: dois casos exemplares

São casos exemplares que demonstram comportamentos opostos dos governos